Deixe um comentário

Só insistimos porque dá tempo…

por Victor Esteves, direto do Buteco do Flamengo
Com a coleção de revezes aumentada pela derrota no basquete, que foi fazer companhia à Libertadores, ao Carioca, às Taças BH e SP de Jr., à disputa arbitrada artificialmente da Taça das Bolinhas e à equipe de polo aquático, seria a hora de começar a pensar em Copa do Mundo e dar um tempo de Flamengo. Coração rubronegro nestes meses apanhou mais do que bateu.
Mas como a taquicardia masoquista supera a razão, alguns já pensam na volta do time após a Copa. Longe de mim tentar adivinhar o time nesta guerra de contra informação que virou o noticiário esportivo, e por consequencia os blogs e o Twitter, mas algumas poucas certezas já temos. É claro que qualquer nome de verdade só devia ser anunciado depois de 14 de junho. O homem que vai mandar no futebol do Flamengo só poderá assumir efetivamente nesta data, e na entrevista de chegada declarou que nomes só serão anunciados quando estiverem fechados. Portanto, é claro que alguma contratação só pode ser confirmada se o Zico aprovar. Nem passa pela minha cabeça que o clube faça uma contratação milionária sem a aprovação dele. Não seria um favor, seria um problema e uma sabotagem. Já perdemos tempo demais e não faria sentido atropelar agora. Só se fosse para criar problemas mesmo. Devíamos simplesmente fazer como nos filmes de julgamento, em que o juiz diz ao júri “por favor desconsiderem o que foi dito ou apresentado agora”. Vamos esquecer que já contratamos o Emerson, o Correa, o Sóbis, o Felipe, o Riquelme, o Gaúcho, o Rever, o Montillos, o Renato, o Deivid… Se não passou pelo Zico, esquece.
Outra coisa certa é que o Rogério deve continuar na Gávea, mas não como técnico do time principal. Não temos um bom nome disponível e que seja unanimidade para os torcedores. Mas a diferença entre um técnico experiente e um aprendiz, por mais bem intencionado que seja, já deu para notar. Outros clubes derrotados no passado recente se recuperaram neste início de Brasileirão e seus times estão vencendo. É fato que tivemos muitas baixas no elenco, em um verdadeiro recorde de motivos : seleção brasileira, chilena, fim de contrato, machucado em campo, machucado em treino, falta de forma física, falta de forma técnica… Mas mesmo com o elenco desfalcado, nossas derrotas tem demonstrado uma confusão tática completa. O time não é tão ruim assim. Melhor armado e minimamente organizado em campo, poderia ter mais sorte nas finalizações, ou pelo menos, finalizar mais vezes. Me perdoe pelo palpite, Zico, mas longe de querer tumultuar, precisamos de uma pessoa mais experiente no comando técnico. Os jogos estão aí e falam por si mesmo. Difícil de escutar que o Rogério será o nosso técnico no campeonato inteiro se ele já provou que por mais trabalhador que seja, não consegue tirar da equipe todo o seu potencial.
E a vontade de colaborar (de todas as formas, com certeza) dos torcedores é tão grande, que pode parecer até covardia ficar falando de troca de treinador nesse momento. Mas é que ainda dá tempo, e por isso vale a pena brigar. Tirando todos os medalhões já ventilados (ou soprados) até agora, ainda existem jogadores disponíveis para serem contratados. Mas não se pode contratar ninguém sem uma definição de técnico. Até hoje pagamos a conta desse erro no passado. A torcida terá paciência, mas não adianta nada ter esse monte de volante e continuar sem direção. Técnica.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: