Deixe um comentário


FLAMENGÔMETRO nº 8
DESCIDA PERIGOSA


O Flamengômetro mantém-se no pior índice do ano: 41%, e confesso que os últimos jogos só serviram para me irritar, estressar e ter devaneios de violência irrestrita. Não consigo imaginar como todo técnico que passa a fazer parte da folha salarial da Gávea torna-se instantaneamente cego e abobado. Não entendo como insistem em certos jogadores que já mostraram por diversas vezes serem incapazes de de ser titulares. O lado racional de meu combalido cérebro em vias de completar quarenta anos está assustado com a possibilidade de nova luta contra o rebaixamento, com a possibilidade de não vencer mais nenhum jogo fora, e de tropeçar no restante. O lado emocional, enquanto isso, agarra-se à vaga esperança de que as novas peças do time se encaixem magicamente, dando início a uma reação que precisará repetir o que fizemos no ano passado, ou até melhor. Perdemos para um Cruzeiro sem grandes jogadores, que sequer precisou jogar bem para ganhar com tranquilidade; começamos até bem, pressionando e dominando, mas bastaram dois ataques seguidos que já estávamos atrás do marcador. E como desaprendemos a fazer gols, isto já foi o bastante para decretar mais uma derrota. Não adianta nem reclamar do pênalti no Diego Maurício, da falta de critério nos cartões vermelhos, ou lamentar que os outros times cariocas parecem ter acertado em todas suas contratações e escolhas de treinador, ou ainda chorar que muitos dos jogadores que queríamos ver no Flamengo estão metendo um gol atrás de outros jogando em outras equipes, enquanto nossas contratações até o momento foram um tiro na água.
Flamengômetro de 04 de setembro de 2010: 41% (3 vitórias, 3 empa
tes e 5 derrotas)




2010

Notas fla-estatísticas:
1- Comparando com a mesma rodada no ano passado, a defasagem aumentou para seis pontos. Agora só resta ao profeta louco e cego, agora internado e sob efeito de sedativos, balbuciar: 47 pontos! Falta 47!
2- Renato Abreu continua a apenas um gol de igualar a marca de Léo Moura e Luisinho Lemos como os décimos maiores artilheiros do time em Brasileiros, mas primeiro precisa entrar em forma e deixar de atuar como se fosse um zumbi sedado.
3- Petkovic está a 5 gols de igualar a marca do Nunes em Brasileiros…
4- Faltam 2 jogos para que Léo Moura se iguale a Adílio como o 3º jogador com mais partidas em Brasileiros pelo Flamengo.
5- Falta 1 gol para que o mesmo Léo Moura se iguale a Adriano e Adílio como o 8º artilheiro do Fla em Brasileiros.
6- Nossas escalações estão no melhor estilo “cobertor curto”, se acerta a defesa, murcha o ataque; se prioriza atacar, enfraquece a defesa. Eu escalaria: Marcelo Lomba, Everton Silva, David, Angelim e Juan; Corrêa (até Maldonado voltar), Toró, Leo Moura e Renato (Pet no 2º tempo); Deivid e Diogo.
10 – TCZNA. .

Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: