Deixe um comentário


CLIMA DE MARACA “NO ENGENHÃO” – Casa nova.

Com linguagem informal, João Tavares – o Dão – comenta a movimentação dos torcedores antes/durante/depois dos jogos no Engenhão.

Fala Nação Flamenga, saudade de escrever aqui. Nosso Clima de Maraca vai virar Clima de Engenhão por pelo menos 3 anos, até reformarem o maior do mundo para a Copa das Confederações. E nada como um Fla x Flu, o primeiro do Engenhão, para começarmos.
Como todos sabem o Engenhão fica no bairro do Engenho de Dentro, que fica um pouco depois do Méier, a alguns km do Maracanã. O acesso para lá pode ser feito de carro, onibus, taxi ou trem. Pra quem mora na zona sul como eu, não fica muito perto mas também não é nenhum bicho de sete cabeças, principalmente se o transporte for carro.
No sabado mandei sms pra um monte de Rubro Negros na tentativa de conseguir um bonde pra lá, e caso não conseguisse acabaria indo de trem mesmo. Mas fui com um amigo de carro e o melhor caminho é pegar a Linha Vermelha, depois Linha Amarela e pronto, saida 3 você em meia hora tá lá nas cercanias do Estadio(saindo da Zona Sul, Copa, Leme, Flamengo). O estacionamento do estadio, que é bem amplo, custa R$ 10,00. E carro parado fomos beber aquela cervejinha que é sagrada antes dos jogos.(Volta cerveja nos estadios!!)

Muitas figurinhas conhecidas, famosos ambulantes que vendiam nas cercanias do Maraca estão trabalhando também lá no Engenhão. É o caso do Russo, Rubro Negro, que arrumou uma garagem de uma casa para vender sua cerveja, e futuramente churrasquinho. Aquelas figuras “exóticas” sempre presentes no Maraca também não abandonaram o Mengão, e desfilam pelas ruas do Engenho de Dentro antes dos jogos.

Trabalho nenhum para entrar. Lá dentro(ja conhecia o estadio) rampas de acesso largas, banheiros em bom estado, assim como os assentos do estadio. A torcida do Flamengo fez uma bela festa na entrada do time, relembrando os velhos tempos arremessando papel higienico. A surpresa foi a torcida adversária, por um instante achei que iamos jogar contra o Cruzeiro tamanha a ausência da torcida tricolor fazendo aquele mosaico azul que ja conhecemos pelos jogos do Botafogo. Dos 18 mil presentes eles não passavam de 4 mil.
Conheci uma turma que se auto intitula Movimento Nação 12 e que segundo um dos componentes não é torcida organizada e sim um grupo de amigos que ficam cantando e batendo tambor o jogo inteiro, no maior estilo hermano. Eu achei muito legal, inclusive as musicas. Cantaram realmente, mesmo que ali sozinhos, o jogo inteiro.

Com o placar já empatado em 3 gols uma cena curiosa: uma pipa Rubro Negra com o numero 43 voa a faz rasantes na torcida do Flamengo causando furor na galera. O gaiato só podia estar lá no teto do estadio, o que acabou ocasionando numa movimentação de policais para averiguar o caso.
Jogo terminado, ja indo embora avisto um pequeno tumulto, era uma criança, de casaco e que por baixo vestia uniforme tricolor. Coitado, assistiu o jogo do lado errado, e que por uma ação rápida de um segurança não perdeu a blusa. Saida tranquila do estadio, sinalização muito boa para pegar a Linha Amarela novamente e voltar pra casa não sem antes aquele chopp pra resenha da partida.
Conclusão que tiro é que pros jogos de fim de semana, em horarios de 16:00 e 18:30 é muito tranquilo pro torcedor comparecer e apoiar. Pros jogos de meio de semana às 22:00 ja fica a cargo de quem mora nas adjacências ou pros mais guerreiros. Linha Amarela depois da meia noite daqui a pouco nem seguro de vida vai cobrir.

Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: