Deixe um comentário


Calúnia do Rúbio Negrão

Em homenagem a um dos caras que me introduziu como comentarista do Blog da Flamengonet, Mestre Alex, hoje emularei o seu prestigioso “Triplex Top Ten”, porém à minha maneira. Ou seja, enquanto o “Top Ten” é direto, cerebral e mais empootecido que patrão em dia de pagamento, minha humilde paródia será neurótica, porém tranquila: o “Toc Zen” (leia-se “Toque Zen”, ou mesmo “Transtorno Obsessivo-Compulsivo Zen”).

Insisto no “Zen” porque estou com um refém vascaíno hospedado aqui em casa há algumas semanas, e pretendo evitar uma tragédia maior do que um simples rebaixamento (aliás, preciso dar uma olhadinha lá no quarto de empregada porque o cara anda muito silencioso no últimos dias, sem falar no cheiro de podre horrível que está vindo de lá).

E antes que alguém me chame de vampiro de idéias, faço questão de deixar claro o seguinte: eu sou franqueado do Alex, falou?

Duplex Tok Zen (“Duplex” sou eu, um negão estilo guarda-roupa de duas portas)

1 – Marcelinho/Lucas: Bem típico de jogador tricolor ter nome de guerra, né? Aliás, como o SPFW ganhou dois jogos seguidos, Carpegiani galgou o status de treinador genial. Aguardemos, então, dentro de poucas rodadas, a inevitável transmutação do Gastão sortudo no inventivo Professor Pardal…

2 – Deivid: Surpreendentemente, o Adriano não anda nada bem lá na Roma. Já passou da hora de o Imperador ficar “sequinho”, e não estou me referindo à perda de gordura, mas à abstenção de álcool. E outra: a má fase só vai passar quando ele pendurar as chuteiras, as Marias chuteiras. E mais outra: já que o Flamengo voltou a ser uma zona, então quero de volta também o lado produtivo da zona: Adriano já!

3 – Diogo: Ao contrário do ex-parceiro em inferno astral, Vagner Love está em paraíso astral, marcando seus belos gols, como sempre. Também quero de volta agora, apesar dos vacilos que deu quando, juntamente com Adriano, se envolveu com traficantes. Foi a turma do funil se unindo à turma do fuzil. Mas, como disse antes, já que virou zona mesmo…

4 – Val Baiano: Pela minha vasta experiência na área da numerologia (não se esqueçam que possuo até um nick para o meu nick oficial), creio que a sorte do Val Baiano melhorou quando ele mudou a sua “razão social” de “Val Baiano” para “Val Baiano de Luxa”. Agora que finalmente desencantou, mesmo que não faça história no Flamengo, só o fato de jogar no Mais Querido, e fazer uns golzinhos úteis nesta descampanha de 2010, enobrece bastante o seu currículo. Senão vejamos: um tal de Fernandão, que chegou a ser campeão da Libertadores e do Mundo pelo Internacional, NUNCA JOGOU PELO FLAMENGO. Currículo pífio, pois…

5 – Diego Mauravilha: Conforme trazido de prima pelo Tiago Rubens, há divergência em relação à porcentagem dos direitos econômicos de Diego “Drogbinha” (não confundir com Jobson “Droguinha”, este do Botafogo) pertencente ao Flamengo: 100% ou 90%. Olha, contanto que não seja 99%, tá tudo em casa!

6 – Flamengo: Oh, meu Mengão, eu gosto de você, mas você precisa parar com esse negócio de perder pontos para times de segunda divisão, como Avaí, Portuguesa, Ponte Preta, Botafogo, Palmeiras, Corínthians e Fluminense! E bota uma coisa na sua cabecinha: em jogo de 6 pontos, é OBRIGATÓRIO ganhar pelo menos 3!

7 – Vanderlei Luxemburgo: Além de desfilar impecavelmente a coleção primavera-verão 2010 da Giorgio Armani na beira do gramado, ainda consegue se concentrar na partida, orientar os jogadores, falar no celular, respirar e ouvir! Tudo ao mesmo tempo! Um dos poucos que sacam de tática mais do que eu. Aos que dizem que Luxemburgo falhou no Palmeiras e no Atlético MG, lembro que ele não é palmeirense nem atleticano. Luxa é flamenguista. E flamenguista focado é um bicho chato toda vida.

8 – Capitão Léo: Pelo que está fazendo com o Flamengo, deveria se chamar Capitão Créu. Só sei que na gestão do Zico, o Flamengo não tinha como arcar com luxo, e hoje sustenta Luxa e também muito lixo. Mesmo assim, não sei se torço para o Zico ganhar uma indenização milionária desse elemento, porque algo me diz que a grana vai sair dos cofres do Flamengo. Como muito bem disse o moscou1974, atualmente, o único Capitão Léo que presta no Flamengo é o Moura.

9 – 2010: Em vez de ser o ano do hepta, foi (permitam-me falar de 2010 no passado a título de apressá-lo) o ano da “heca”. E também dos capitães: Capitão Bruno phodeu o primeiro semestre, e Capitão Léo, o segundo. Que saudade dos tempos em que capitão no Mengão era Zico, Júnior, Andrade…

10 – A Fazenda: Não acompanho, apesar de ser um vagabundo desempregado e socio-ocioso. Só isso já mostra o naipe do programa. Mas respeito os filósofos urbanos e apreciadores de trash televisivo (pra quem passa quase o dia todo no trabalho, qualquer passatempo é passatempo). Sobre o tema, o Arthur Orlandi bateu de prima um troço engraçado, que iluminou meus dias cinzentos de fracassos tão incessantes quanto retumbantes: o Sérgio Mallandro anda ordenhando o glu-glu! Agora, pergunto: com tantas vacas lá dentro, quem vai querer leite de peru?

11 – Pat Amorim: Quem votou nessa senhora para presidenta do Flamengo: os sócios votantes ou os sociopatas?

12 – Piadas velhas: Quem é baixinha, gordinha, dentuça e tem um companheiro que fala errado? A Mônica Serra. Explicando a piada para algum eventual vascaíno presente: o Lula fala “erráidio”. Quem fala “errado” é o Serra.

13 – Bernardinho x Dunga: Concordando ou discordando de suas estratégias, temos que admitir que o nosso “Dunga do vôlei”, agora tri mundial, é um senhor treinador, que sabe perfeitamente o que faz. Mas ao entregar o jogo para a Bulgária emulou perigosamente o nosso “Bernardinho do futebol”, que fez o mesmo contra a Holanda nas quartas da Copa, ao escalar Felipe Melo e Michel Bastos. Menos mal que se deu bem. Ou menos bem que se deu mal, sei lá!

14 – Resgate dos mineiros no Chile: Mineiros tudo bem. Se fossem paulistas, eu iria ser contra.

15 – Renato de M. Prado: Após a declaração feita por Vanderlei Luxemburgo no “Bem, Amigos!”, de que ganharia o título brasileiro de 2011 pelo Flamengo, o expoente do quinta-colunismo esportivo nacional, em seu quadro “Deixa que eu chupo!” do programa CBN Esporte Clube, “repercutiu” que Luxa seria campeão brasileiro com Flamengo em 2011, sim, só que da segunda divisão. E aí, Luxa? Vamos fazer esse cara engolir tudinho?

16 – FluminenC e Chorínthians: Alguém aqui realmente achava?

E nada mais faço.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: