Deixe um comentário

A apresentação de R10




Por Rafael Strauch


4:30hs toca o despertador, corrida pra me arrumar rápido, escolha de roupa no escuro para não acordar a patroa! Beijo nela e assim começa meu segundo post sobre o Flamengo, segunda vez indo pra São Paulo … Como assim???

Pois é hoje foi um dia de trabalho, desses com viagem para reunião cedo, dessa forma a corrida era pra pegar a primeira ponte! Pós reunião com Banco Gringo, na Faria Lima e de terno, é momento de voltar para o Rio, já passou da hora do almoço e o que fazer? Almoçar? Mas porque? Vou é voltar pro Rio, a reunião acabou e o ponto hoje “foi batido às 6:00hs”.

Eu e meu colega, também Flamenguista, resolvemos ir para Aeroporto e tentar antecipar a ponte. Mas estavamos receosos, as companhias aéreas tem cobrado por isso (parece que não foi idéia do A$$i$) e o tempo não foi bom nos últimos dias, portanto a chance é de alta horas no aeroporto.

Chegando em Congonhas, aeroporto vazio, no guichê da TAM, eu solto: boa tarde!

Boa tarde! (Camarada da TAM)

Eu: – Pra que time a vossa senhoria torce?

Camarada da TAM: – Pô, mas porque da pergunta?

Eu: -Fala ai brother!!!

Camarada da TAM: – Flamengo! Porque?

Eu: – Porra então tu vai entender meu problema! Negócio é o seguinte: me bota no primeiro vôo pro Rio que eu quero ver a apresentação do Ronaldinho;

Camarada da TAM: rapaz, por um minuto eu segurava o último avião na pista, segura a onda que tu vai embarcar no próximo.

Saímos com a passagem adiantada e meu colega fala: – rapaz essa foi sensacional, o cara nem comentou o lance do custo de remarcação. Como é que você sabia que ele era flamenguista?

Eu: – Quem disse que eu sabia? Mas não custa tentar, nossa torcida é maior do mundo, né?

O avião sai de Sampa e voa tranquilo para o Rio. Chegando aqui, da janela eu vejo a Zona Oeste e surge o Engenhão, lá de cima até que é bonitinho, 20 segundos depois vem o Maracanã, magnânimo, colossal! Fico triste e penso hoje a festa era pra ser lá! Sacanagem, CBF FD….

Desço do avião, já no saguão do aeroporto 4 camaradas com a camisa do Flamengo … Pego o taxi e venho para o Leblon. No taxi já vejo a mobilização da massa! Mermão que isso? Vai ferrar com o trânsito (penso alto) e o taxista solta: os tricolores vão ficar malucos! Hehehehe!

Chego em casa, beijo a esposa e pego a poderosa (uma máquina Canon comprada nos USA, aquelas estilo japonês passeando na Europa, que aqui no Brasil faz você parecer o Cris Duran), boto uma camisa do Mengão e desço a ladeira da Timóteo da Costa rumo à Gávea. Já no caminho percebe-se uma movimentação grande, nos botecos a turma mais nova (devidamente trajada) vai tomando uma no estilo pré-jogo … Há ambulantes por toda a parte, vendendo cerveja, chaveiro, camisa, ué? No Leblon? Tem jogo hoje?

Hehehe, chegando mais próximo a impressão: Caráglio!! Mermão, não vou forçar a entrada não, a poderosa custou caro e tem muita gente pra pouco espaço!! Dobro a última esquina já no quarteirão do Clube e vejo a massa. Confuso? Sim, mas nem tanto, a multidão já tinha entrado e eram exatamente 16:30hs.

Começo a rodar e ver que, a despeito dos ambulantes, havia muitos guardas municipais, muito mais preocupados com o trânsito e em rebocar os carros que pararam em local proibido … Bastante policial, mas sem problemas! O dia era de festa. …

O sol abriu, fez um calor infernal e a turma entrava e saía do Campo em busca de bebida (água, cerva, etc). No palco muita gente, a teleobjetiva me permitia ver as meninas poposudas a turma do pagode e uma pancada de amigo-dos-amigo-dos-amigo …

Ando pelo campo e vejo que há de tudo um muito, as famosos figuraças flamenguistas, muita criança, adolescentes, galera de organizadas, camelô dentro da Gávea vendendo camisa do R10 … Começa o Funk puxado pela Valeska, segue pagode, o marmanjo que comandava a festa (acho que ainda não era o Ivo Meireles) fala de 5 em 5 minutos: O Ronaldinho está chegando! Alô galera Rubro-negra … Botam um cara da Raça e outro da Jovem que selam uma União ?!?!

Ligo pro meu irmão e falo, brother estou na Gavea ! Apresentação do R10! Ele: Ô vagabundo! Não tá no trabalho porque? Eu: porra acordei as 4:30, hoje começou cedo e terminou cedo!

Encontro um camarada que manda, fala Rafael você por aqui? Fugiu do trabalho também? Hehehehe, no meu caso não, mas pra muita gente ali parecia que sim …

Sentamos no gramado para bater um papo quando celular toca, outro camarada nosso ligando para avisar que o R10 ia entrar em campo. Aliás ia entrar na arquibancada, quem estava em campo era a torcida, portanto a frase de que a torcida foi apresentada ao jogador foi perfeita!!!

R10 entra, Ivo Meireles fala pra KCT! Fogos de artifício ao fundo! Zona no palco! Pensei, PQP era para estar o Zico apresentando este cara, passando a número 10. Que droga! Torcida canta e uma hora foi de arrepiar, sério, chorei! Comecei a tirar foto pra disfarçar. A bandeira da Raça atrapalhou um pouco. De repente olho na teleobjetiva e vejo um camarada de cabelo azul!! Azul ??? E nisso a torcida começa: Love, Love, Love, volta, volta, volta! Segunda vez que eu estava vendo o rosto dele próximo, segunda vez emocionado, pensei, este camarada é mais flamenguista que eu, não é possível isso! (*)

Patricia Amorim recebe o microfone, agradece e diz: não tenho nada pra falar, vou passar pra ele! Ronaldinho está atônito, sério, tenho mais de 50 fotos dele com uma cara de bobo que não sabia onde estava, tipo “o que se passa com esta turma aqui? Meu Deus! O Rio inteiro é Flamengo?” Vejam aí na foto, será que chorou? Diz que agora é Mengão!

A torcida puxa um:

“Iihhhhhh, Thiago Neves vem aíiiiii;

O Adriano vai voltar;

Jogar no Gaymio é o car….o;

O Ronaldinho é do FLA!!!!”

Acaba a festa, na verdade era pra começar uma banda de pagode, mas ninguém quer ouvir, Ronaldinho é do Fla … Na saída mais confusão e já no início da rush-hour, típica do Rio de Janeiro, a torcida me fecha as pistas da auto-estrada Lagoa-Barra, nenhum carro passa… Mas não foi por maldade, ou pra comemorar … Era só a maior do mundo atravessando a rua!

SRN, Rafael_Mengão.

(*) a primeira vez foi lá no Chile contra a LaU, eu estava na arquibancada e o Love uma hora ficou próximo, chorava em campo antes ainda do final do jogo, pelo jeito já sentia como seria o resto do nosso 2010!

Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: