Deixe um comentário

Um chocolate de aniversário

Dia 25 de janeiro de 1990. A cidade de São Paulo estava de aniversário e decidiu comemorar no Pacaembu, em dose dupla. Às 15 horas, seguindo o script, a seleção paulista fez 3×1 na seleção carioca, amistoso transmitido pela Rede Globo. Mas o que se ouvia nas arquibancadas do Pacaembu era a torcida do Corinthians cantando, à espera do jogo de fundo: Flamengo e Corinthians duelariam por uma vaga na semifinal da então Taça São Paulo de Juniores.

E como cantou a torcida corintiana antes do jogo. Timão eô, Timão eô, berravam a partir do tobogã os maloqueiros sofredores pela graça de Deus. Afinal, estava no script que os gambazinhos venceriam os urubuzinhos. Mas quando a bola rolou, o garoto Djalminha rasgou o roteiro e improvisou. Driblou todos os corintianos, um por um.

Foi assim: com uma finta, papou todos os jogadores do Timãozinho. Aí veio Vicente Matheus e levou um chapéu. O boquirroto Roque Citadini tomou um traço desmoralizante. Luís Inácio Lula da Silva foi para a caçapa com um drible-da-vaca. Roberto Rivellino caiu de bunda diante de um elástico. Juarez Soares fugiu de vergonha. Então desceram todos os torcedores que estavam nas arquibancadas e Djalminha foi driblando, um totó ali, um olezinho aqui. Fez fila e fez gol de todo jeito, de bola parada, correndo, de cabeça, por cobertura.

Quando os corintianos olharam para o placar, estava escrito assim: Flamengo 7, Corinthians 1. Foi uma festa muito bonita, tinha chocolate para todo mundo. Dias depois, o Flamengo ganhou do Juventus com um gol esculachante de Júnior Baiano e ficou com a taça. Mas quer saber? Bonito mesmo naquele ano foi a chocolateria do Djalminha, distribuindo bombons para toda a Fiel.

Foi meio chato, porque estragou a festa da cidade. Quer saber? Bem feito. Ninguém mandou convidar o Flamengo.

Flamengo 7×1 Corinthians

25 de janeiro de 1990

Taça São Paulo de Juniores

Pacaembu – São Paulo

Árbitro: João Paulo Araújo

Flamengo: Adriano, Mário Carlos, Tita, Júnior Baiano e Piá (Selé); Edmilson, Rodrigo Dias (Fábio Augusto), Fabinho e Djalminha; Nélio e Luís Antônio. Técnico: Ernesto Paulo

Corinthians: Márcio, Joice, Robson, Santana (Duda) e Bezerra; Pardal, Ari Bazão, Luís Fernando e Alemão; Abelardo e Juarez (Wladimir).

Gols: Nélio aos 15, Djalminha (falta) aos 29 e Djalminha (pênalti) aos 42 do 1º tempo; Piá aos 5, Wladimir aos 9, Djalminha (pênalti) aos 17, Djalminha (de cabeça) aos 34 e Djalminha (de cobertura) aos 42 do 2º tempo.

Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: