Deixe um comentário

Alfarrábios do Melo

Saudações flamengas a todos. Sem freio, sem freio, o Flamengo é campeão de novo da Taça Guanabara. Gol de falta, bem ao gosto da nação rubro-negra. Já que o assunto é gol de falta, deixo um top-ten de gols célebres marcados dessa forma, que marcaram a história recente do Flamengo. Boa leitura.

PS – Volto com os Alfarrábios dia 15.

10 – Zico, Flamengo 3-0 Bahia, Campeonato Brasileiro 1985, Segunda Fase
Reestréia de Zico em jogos oficiais. O Galinho exibe sua velha classe e deixa sua marca, cobrando falta com estilo, o segundo gol da vitória por 3-0.
VÍDEO FLAMENGO 3-0 BAHIA, 1985

09 – Marquinho, Flamengo 1-0 Grêmio, Campeonato Brasileiro 1985, Primeira Fase
Última rodada, só a vitória interessa para a classificação do Flamengo de Zagalo. Grêmio, já eliminado, joga pelo Inter, o que gera polêmica. Altivos, os gaúchos se retrancam, não tem jogo, é só bicuda e porrada. Cara de 0-0. 45 do segundo tempo. Falta. O ponta-esquerda Marquinho surpreende e pede a bola. Tiro macio, na gaveta de Mazarópi. Flamengo classificado, alívio.

08 – Zico, Flamengo 3-1 Santa Cruz, Campeonato Brasileiro 1987, Primeira Fase
Última rodada da Primeira Fase, o ascendente Flamengo é franco favorito para conquistar a vaga para a segunda fase. Mas entra nervoso diante de um valente Santa Cruz, e demora para engrenar na partida. Mas, com grande atuação de Zico, que marca três vezes, chega a uma vitória consagradora. O último gol do Galinho é uma das mais fantásticas cobranças de falta de sua prolífica carreira. Foi o último hat-trick de Zico com a camisa do Flamengo.
VÍDEO: FLAMENGO 3-1 SANTA CRUZ, 1987

07 – Reinaldo, Flamengo 1-1 Fluminense, 2001, Taça Guanabara, Final
Se há alguma partida em que São Judas Tadeu terá calçado chuteiras e meião, certamente terá sido esse Fla-Flu da Final da Taça Guanabara de 2001. Sem Edílson e com Petkovic ainda fora de ritmo, o Flamengo esbarra em suas limitações e não consegue superar o aguerrido Fluminense. Segundo tempo, jogo nervoso, falta no bico da área. O atacante Reinaldo pede a bola e arrisca. O chute sai preciso, com efeito, no ângulo. O Fluminense depois empataria, a decisão iria pros pênaltis, e São Judas ainda iria empurrar a cobrança de Cássio pro gol, após o goleiro tricolor defender. O Flamengo ganhou o título da Taça GB, o que abriu caminho para o histórico tricampeonato. Reinaldo jamais marcaria de falta para o Flamengo novamente.
VÍDEO FLAMENGO 1-1 FLUMINENSE, 2001

06 – Petkovic, Flamengo 2-3 São Paulo, Copa dos Campeões 2001, Final
Mostrando que o gol do tricampeonato estadual não havia sido por acaso, Petkovic repete a dose, dessa vez na decisão da Copa dos Campeões contra o São Paulo, em Maceió. Após vencer a primeira partida por 5-3 em João Pessoa, o Flamengo entra podendo perder por um gol. Sai em desvantagem, mas empata com Juan e vira com essa cobrança magistral de Pet, rigorosamente idêntica à do tri. Depois, foi só administrar o regulamento.
VÍDEO FLAMENGO CAMPEÃO DOS CAMPEÕES 2001

05 – Zico, Flamengo 4-1 Fluminense, 1986, Taça Guanabara
“Bichado, bichado”, é o grito de recepção da torcida tricolor a Zico, que segue às voltas com seu problemático joelho. Mas o Galinho, coadjuvado por um verdadeiro “dream team” (Sócrates, Adílio, Leandro, Bebeto, Mozer…), dá um dos mais brilhantes recitais de sua carreira e destroça o arrogante adversário. O símbolo máximo da “zicovardia, parte 2” é a cobrança de falta do segundo gol, um dos três do Galinho naquela tarde mágica. Cobrança perfeita, de almanaque.
VÍDEO FLAMENGO 4-1 FLUMINENSE, 1986

04 – Rodrigo Mendes, Flamengo 1-0 Vasco, 1999, Campeonato Estadual, Final
“Minha única dúvida para esse ano é saber quem será o vice.” A empáfia de Eurico Miranda cala fundo na Gávea. O Flamengo encara o Estadual como uma obsessão. Ganha a Taça Guanabara, tem Romário em grande fase, mas o Vasco segue arrogante, ainda mais após o retorno de Edmundo. Na final, um Flamengo desfalcado (Romário está fora, contundido) cresce e engole o Vasco. Mas o gol não sai. Até que Rodrigo Mendes toma distância e cobra falta forte, rasteiro. O desvio providencial em Nasa engana Carlos Germano e dá o título ao Flamengo. Eurico já tem seu vice. Vai começar a trilogia.

VÍDEO FLAMENGO 1-0 VASCO, 1999

03 – Zico, Flamengo 5-0 Fluminense, 1989, Campeonato Brasileiro
Últimas rodadas do Brasileiro. Fla-Flu com dois times sem chances, parece não valer nada. Mas é a despedida de Zico. Depois desse jogo, nunca mais Zico. O palco, Juiz de Fora, não parece o mais adequado. Mas com Zico em campo, qualquer terreno baldio vira um templo. Falta na entrada da área, o Galinho ajeita com carinho. Trave. Gol. Depois mais um, dois, quatro, cinco a zero. É a goleada mais triste da história do Flamengo. Nunca mais Zico.
VÍDEO FLAMENGO 5-0 FLUMINENSE, 1989

02 – Zico, Flamengo 2-0 Cobreloa, 1981, Taça Libertadores, Final
Jogo extra, após o açougue de Santiago. O Flamengo, mordido, voa em campo, sai na frente, mas Andrade cai na catimba chilena e é expulso. O jogo complica. O adversário é metade da seleção. Flamengo melhor, mas não define logo. Recua, chama o Cobreloa. Contragolpe, bola pra Tita. O goleiro sai da área e mete a mão. Falta. Zico olha, olha, olha de novo. Tiro seco. Contrapé. Gol. É o título, a América aos pés do Mengão. Agora Anselmo já pode entrar em campo…
VÍDEO FLAMENGO 2-0 COBRELOA 1981

01 – Petkovic, Flamengo 3-1 Vasco, 2001, Campeonato Estadual, Final
Dessa vez parece que não vai. O Vasco quebra a escrita e vence a primeira final. O Flamengo agora precisa fazer dois. Justo agora, quando seu time é do mesmo nível do adversário. Justo agora, quando vale tri. Não é possível perder logo agora. São Judas, que já andara fazendo das suas na Taça GB, é de novo convocado. O Flamengo joga melhor, encurrala o adversário, faz 2-1, mas cede contragolpes, com Júlio César operando milagres. Restam dois minutos, falta um gol. Falta. O Maracanã silencia. Petkovic, que errou tudo antes, vai bater. Tiro alto. Forte. O vôo inútil. O ângulo. A explosão. O tri. A história escrita pelos pés de Pet.

Bom Carnaval a todos.

Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: