Deixe um comentário

MAS SERÁ O BENEDITO?

Eu ando inconformado com certas coisas. Algumas não dá para acreditar que são verdadeiras e a gente acaba usando essa famosa expressão que demonstra incredulidade e descontentamento. Semana passada, ao ler um comentário aqui no BLOG sobre a não inscrição do time de futebol feminino no campeonato carioca, a primeira coisa que me veio à cabeça foi o “mas será o Benedito?”. Mas há dois assuntos que me deixam particularmente injuriado: o patrocínio máster e a despreocupação com a nação ( entendam nação como a síntese do potencial e da importância da torcida rubro-negra para a sobrevivência do Flamengo com o time mais importante do Brasil ). No primeiro caso, só após ler o Post do Vinícius Paiva é que me dei conta do absoluto absurdo que é o CRF patinar por quase seis meses sem ser capaz de fechar um patrocinador máster para sua camisa. Em princípio, a tendência é culpar o Marketing do clube – e aí, o cristo a ser crucificado é sempre o profissional que comanda o departamento no Flamengo. Mas, pensando bem, será que ele é o culpado, ou o mais importante entre os que decidem esse assunto? Tendo a acreditar que não. Não sei até onde é verdade que a Traffic realmente foi incumbida de conseguir o patrocinador nem se é real que eles têm direito ao que exceder R$ 30 milhões / ano. Mas se isso é verdadeiro, já são R$ 7,5 milhões de “custo” para o Flamengo em 2011, por conta de uma parceria que não é clara para quem, em última instância, vai bancar essa conta, fazendo a diferença em termos de público e de mercado: o torcedor rubro-negro. Será que o benefício da intermediação da vinda do R10 já não foi superada pelos prejuízos financeiros e estruturais causados pela demora? Saiu a reportagem onde o Luxa cobra contratações e culpa os problemas financeiros por não terem acontecido até agora. E aí eu fico muito inclinado a achar que tem gente acima do encarregado do marketing que não está fazendo o esforço necessário e suficiente que esse assunto exige. Porque não é minimamente aceitável que o comando do clube seja pautado pelos interesses corporativos do grupo Traffic. Se a responsabilidade é deles e o fechamento não acontece por conta desse plus que eles querem receber, que paguem do bolso os três meses que já estamos sem patrocínio e também os próximos, até que o logotipo ideal seja encontrado, para conspurcar o manto sagrado.

Quanto ao cuidado com a nação, de uma coisa eu não tenho mais nenhuma dúvida: a energia mística da paixão rubro negra é uma força da natureza. Mesmo com tanto desleixo, com tanta inação, ela é uma coisa à prova de mudanças do clima, do gênero, do sexo, da cultura, da religião, da política e dos negócios. Mas temo que não seja imune ao tempo. E nossos dirigentes, entra mandato, sai mandato, não se dão conta que o tempo conspira contra a grandeza do Flamengo. A menos que se arregacem as mangas e se passe a priorizar o relacionamento entre o Flamengo e os flamengos. Que são tratados como um nada, quando são tudo. Aqui, cabe mudar a pergunta, do “será o Benedito?” para um “será o Marketing?”. Custa a crer que o pessoal do marketing seja assim tão cego. E, ainda que fosse, de quem é a responsabilidade por não se colocar lá, então, gente do ramo?
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: