Deixe um comentário

Mengão Campeão do Mundo agora é trintão – Júnior

Entrevistamos um dos ícones do nosso maior título até hoje. Na realidade, não foi bem uma entrevista, mas um bate-bola rápido, leve, para ilustrar – mais uma vez – a maior glória do Clube de Regatas do Flamengo.
Meu muito obrigado ao Mário Cruz, amigo de todas horas que se prontificou a me ajudar na empreitada. E meus agradecimentos ao maior lateral esquerdo que – Graças a Deus – vi jogar. Espero que gostem, e aviso: vem mais por aí.

1 – O ano de 81 representou o topo do mundo para o Flamengo. Em que momento (ou em que jogo) o elenco teve a certeza de que time algum seria capaz de “nos” tirar do caminho?

Como disse na resposta do e-mail, foi um ano mágico. Acredito que quando entramos nas partidas finais contra o Cobreloa, tínhamos plena consciência do que éramos capazes. Em condições normais, não teria tido nem o terceiro jogo, e talvez por tudo que aconteceu no jogo de Santiago, o título da Libertadores teve um sabor especial. Time por time, nem passava por nossas cabeças perder aquele título, éramos muito superiores, mesmo o Cobreloa sendo uma boa equipe.
Nós tínhamos algumas informações do Liverpool,que ajudaram no jogo. Porém, a determinação de se ganhar o Mundial era muito maior do que qualquer torcedor podia imaginar. Sabíamos que de repente não teríamos outra oportunidade como aquela e com aquela geração! Ainda bem que nosso “sofrimento” só durou 45 minutos,o resto foi só festa!!

2 – Quando Nunes fez o terceiro gol contra o Liverpool, o que passou na sua cabeça?

Eu queria era estar junto a minha família e dividindo com a nossa torcida aquele momento. Se na conquista da Libertadores já foi uma festa maravilhosa, imagina o que estava acontecendo no Rio e em todo Brasil com o Flamengo campeão mundial…

3 – De todos os adversários enfrentados em 81, qual foi o mais difícil e por quais motivos?

O adversário mais difícil, em 81, seria teoricamente o campeão europeu, no caso o Liverpool. Eles tinham jogadores das seleções inglesa, irlandesa e escocesa, e tinham ganho de times que faziam a base do futebol alemão e italiano.

4 – Dos gols em 81, qual teve maior importância?

O gol mais importante de toda campanha em 81 foi o do Zico, no terceiro jogo contra o Cobreloa, lá no Uruguai.

Ali afastamos qualquer possibilidade dos chilenos tentarem alguma reação. Nos trouxe calma e tranqüilidade até o Galo fazer o segundo de falta. A importância daquele gol teve muita coisa ligada ao emocional da equipe naquele momento, principalmente depois da batalha de Santiago!!
E nada mais digo.
Eu no twitter: @alexsout e @alextriplex
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: