Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão (Tô na área! Se me derrubar, é pênalti… pro Corinthians!)

“… só sendo bastante estranho pra ter certeza que algo é ‘comprado’, ‘armado’, ‘vendido’ ou seja lá o que for, e ainda assim passar horas do seu dia discutindo, analisando e torcendo por isso… Se pra você isso é um complô, um roubo, uma armação e quem não percebe é um idiota, imagine então o que será o cara que gasta dinheiro, tempo e argumentos todo santo dia pra discutir algo que ele jura estar pré-definido?” – “O complô dos alucinados”, por Rica Perrone

Como diria Charlie Chan, “‘Complô’?”. “Não, não ‘complei’”, responderia eu. E poderia até rechaçar a argumentação acima dizendo simplesmente que eu voto nas eleições. Mas, pensando bem, essa não seria a resposta ideal, porque eu só voto porque sou obrigado, enquanto os jogos do Mengão eu vejo até de graça.

Sejemos cinseros: gosto do que escreve Rica Perrone. De verdade. É um dos raros arcoirenses que entende o que é ser flamenguista. É sagaz e desapaixonado, no melhor sentido do termo. Por isso, externo a minha humilde opinião, contrária à dele, com a sincera esperança de que não nos tornemos inimigos, e que sigamos sendo o que sempre fomos: completos desconhecidos.

Inicio os trabalhos deixando claro que sou um idiota assumido. Por várias e inúmeras razões, tantas que nem os meus detratores mais obstinados saberiam enumerá-las. Uma delas, a que mais me incomoda, é não saber ganhar dinheiro com o futebol. Somente sei gastá-lo com esse vício que me acompanha desde a infância. Sou um daqueles idiotas que usa as 24 horas vagas do dia discutindo, torcendo e analisando algo ‘comprado’, ‘armado’ e ‘vendido’. A meu favor somente o fato de eu ser um idiota muito orgulhoso, porque jamais um idiota esteve tão perto da verdade…

Convenhamos: melhor ser um néscio que acompanha o futebol ciente de que nele há embustes mil, a ser um ingênuo que o assiste pensando estar no País das Maravilhas.
Ou talvez eu seja apenas um cara que ama o Flamengo a ponto de torcer por ele até em VT de jogo perdido! Então eu não mais seria idiota, estranho ou alucinado! Tudo bem, só alucinado… Mesmo assim, isso não importaria, porque como eu desperdiço o meu vasto tempo e limitados recursos ainda seria problema exclusivamente meu.

Cenão vejemos: muito me chama a atenção o fato de vários jornalistas, com muito em comum entre si, repudiarem tão pronta e veementemente a simples possibilidade de armação no Brasileirão. Tipo uma frente ampla contra a corrupção. Mas… como eles podem ter tanta certeza da moralidade? Complôs já houve vários na história da humanidade, dos mais óbvios aos mais inesperados. Se alguma trama maligna estiver carcomendo o campeonato atual, não será a primeira nem, infelizmente, a última vez. E, por sua pequenez, e talvez por nem mesmo vir a constar nos anais das imunidícies pátrias, nem por isso será menos nojosa. Estranho me parece é que se possa ter tão absoluta certeza da lisura de certas coisas.

Admito, é claro, que inúmeras insinuações de complôs sejam precipitadas, porém admito igualmente que me estranham afirmações categóricas de que não há qualquer fraude no esporte. O futebol não nasceu ontem, e muito menos eu.

Ademais, Rica admite que “Juízes são ruins. Muito ruins”. Ora, desonestos ou incompetentes, tais juízes acabam por influenciar resultados da mesma forma, certo? “À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta”. E aqui estamos tratando do principal campeonato disputado no principal futebol do mundo, berço de Zico e Pelé! Ou seja, uma legítima “mulher de César”, se não o próprio César!
Mas se um jornalista do naipe de um Rica Perrone sinaliza que não existe complô, é algo a se pensar a respeito. Fico mais tranquilo. Ou melhor, menos perturbado. O que deve haver, então, é uma total inépcia de toda a estrutura futebolística nacional, o que me parece mais desgraçadamente irremediável do que um, neste caso, saudável complô.

Peço sinceras desculpas se me excedi ou insultei alguém. Não tive a intenção. Eu podia ter aproveitado o tempo gasto nesta Calúnia roubando, matando, estuprando ou vendo um jogo da Seleção, mas preferi expor meus medos e inseguranças aos meus únicos leitores, que podem não ser psicanalistas qualificados, mas pelo menos não cobram por hora.

Críticas e sugestões serão bem-vindas em spam@trash.com.

Muito obrigado.


Duplex Toc Zen

1 – Mr. Magoo: Deixar de marcar um impedimento pra lá de 2 metros é a prova cabal de que o pior cego é aquele que não quer ver.
2 – Nunca pensei que diria isto algum dia, mas após os reveses diante do Atlético-GO, Avaí, e Bahia…: … Deixa eu ir trabalhar, que eu ganho mais!

3 – Te cuida, Usain Bolt!: Rafael Coelho (jogador de futebol do Avaí, clube brasileiro atualmente na Série A) ganhou do Angelim na corrida. Um velocista nato!

4 – Internacional 3 x 3 Santos: Adivinhem com quem os santistas aprenderam a tirar 3 gols de desvantagem?

5 – Do Twitter: Após o jogo contra o Avaí, o @otttoni (Cristiano Rodrigo) mandou que “Alvim foi menos que um zero à esquerda”. E eu complemento: “O Léo Moura também foi menos que um zero, só que à direita.”
6 – Mamão no mel: O Dunga perdeu uma Copa fácil, e o Luxa vai pelo mesmo caminho, dando mole num Brasileirão abaixo da crítica. Agora os arcorienses equilibrados compreendem o valor que damos ao Brasileiro de 87. QUE CAMPEONATO!

7 – Convocação do R11: Adorei. Sempre fui seu fã. Me senti como se eu mesmo tivesse sido convocado, apesar de agora achar que também tenho boas chances.

8 – Isso não está me cheirando nada bem: Com relação ao recente imbróglio que vazou pela mírdia escrotiva (espero sinceramente que tenha vazado somente por aí), deixo o meu protesto: Aê, Luxa! Vai punir o indisciplinado ou vai peidar? 

9 – Aliás, aproveito a oportunidade para parabenizar o preparador físico do Mengão: O elenco tá cheio de gás!

1-7-1 – Análise tática fuleira, porém matreira: Já que a única jogada do time é ficar trocando bolas na intermediária adversária, para depois alçá-la sobre a área inimiga, por que perder tanto tempo? Não seria mais prático fazer uma ligação direta da nossa defesa para o ataque, colocando uns 3 ou 4 finalizadores entre os zagueiros rivais? Se a nossa sina é correr atrás do placar, então que o nosso meio-campo não desperdice nem um segundo sequer!

11 – Em virtude (ou falta da mesma) de arbitragens recentes, ficou claro (para mim, pelo menos) que se o Mengão ainda almejar o hepta, terá que jogar 1 quilo certo: 1 quilo certo A MAIS que os adversários.

12 – Fla x Bahia: Achei boa a atuação do árbitro. Se realmente há um complô para que os juízes prejudiquem o Flamengo, contra o Bahia, nem precisou.

13 – Willians, Airton, Maldonado, Muralha, Luiz Antônio: Desarmadores, o Fla tem de montão. O problema são os armadores.

14 – A propósito: BOTTINUTILL!

15 – E outra: Vendo o Fierro jogar, a gente começa a entender o porquê de a Seleção do Chile nunca arrumar nada.

16 – Aviso: Eu só queria alertar alguns jornalistas menos afeitos à “Última flor do Lácio, inculta e bela” que 3 x 1 não é goleada em nenhum dicionário. Grato pela atenção.

17 – Alô, STJD!: O que os jogadores do Corinthians estão sofrendo dentro das áreas adversárias já deixou de ser pênalti: é bullying!

18 – Falando nisso: O Corinthians é tão forte nos pênaltis que o troço já virou jogada ensaiada.

19 – Caímos na tabela (pênalti pro Corinthians!): O que me tranquiliza é ver quem está na nossa frente.


20 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

#tuiteumaindireta: Ei, Deivid, adoro quando o Flamengo marca gols. Ah, e Jael, eu curto os gols fáceis tanto quanto os difíceis!

Corinthians x Grêmio: Do jeito que a CBF favorece o Mengão, o “pênalti” marcado a favor do Corinthians deverá nos ajudar de alguma maneira.

Corinthians 3 x 2 Grêmio: mais 3 pontinhos caídos do céu… justamente dentro da área do Grêmio…

GOL OLÍMPICO não dá pro juiz inventar nada pra anular.

CBF, por favor: PARE DE NOS AJUDAR!!!

3×2, Avaí. Menos o gol impedido, 2×2. Mais o gol legal do Deivid, 3×2, nós. MEEEEEEENGOOOOOOOOO!

Aguardando providências do STJD. Sentado.

Daqui a pouco ficaremos sem juízes pra apitarem nossos jogos.

Será que o Globo Esporte vai pedir pro bandeirinha de Fla x Avaí vestir a camisa do Inacreditável Futebol Clube?

O fato dos bandeirinhas conseguirem detectar impedimentos de milímetros, e deixar passar um de 2,21mts prova que o problema ali não é visão.

Se o Rafael Coelho for mesmo phoda, o bandeirinha é o que, então? O Chuck Norris?

“Goleiro Felipe do Fla começa a treinar pênaltis para confronto com o Corinthians.”

“FIFA testou nova lei de impedimento no Avaí x Flamengo de ontem à noite.”

“O jogo Avaí x Flamengo de ontem à noite será anulado porque o bandeirinha foi flagrado no exame de vista após a partida.

“Bandeirinha de Avaí x Flamengo se defende, dizendo gozar de uma visão perfeita: ‘Apenas confundi a camisa do Avaí com a do Corinthians!'”

“Lula visita obras de estádio do Corinthians.” Pra ganhar o título de “Servente de Pedreiro Honoris Causa”?

Seleção virou Catadão.

E nada mais fiz a semana toda.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: