Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão – Edição dupla

Antes de mais nada, mil perdões aos meus leitores e aturadores (certamente sobrarão muitos e muitos perdões pra cada um deles) pela falha imperdoável da quarta-feira passada. A Calúnia foi publicada, sim. Foram vocês que não a leram. Por um simples motivo: ela só saiu no deserto de acessos chamado rubronegroroxo.blogspot.com. Aqui, no Blog da Flamengonet, não, pois perpetrei uma imemorável bósnia.

Explico: como saí pra acampar com quem nem me perguntem, deixei a Calúnia programada para publicação automática. Só que, na pressa, não percebi que ela ficou no modo… rascunho! E se há alguma coisa justa neste mundo cruento, é que publicações automáticas não publicam… rascunhos!

A propósito, eis aqui o link dessa tal Calúnia da semana passada no Rubro-negro roxo, que não me deixa mentir: http://rubronegroroxo.blogspot.com/2011/10/calunia-do-rubio-negrao_12.html

Porque posso ser um vagabundo safado e sem-vergonha, mas chinelinho, jamais! Quando me comprometo a comer, dormir, respirar, tomar banho (duas vezes por semana, até!), e escrever a Calúnia, eu cumpro! A não ser que sinta aquela lombalgia crônica na parte posterior do dedo mínimo direito.

Por assim dizer, como chuva em camping, eu tardo, mas não falho. Comigo não tem essa de ser “feriado”, não! Comigo, feriado é todo dia!

Então, para que o meu trabalho (argh!) não seja jogado no lixo (aquele ícone de lixeira, normalmente localizado no canto inferior da área de trabalho), a Calúnia passada, completamente defasada, ainda que zombadora, irá ao término desta Calúnia atualizada e igualmente sarcástica.

Daí o título “Edição dupla”.

Mas voltando ao assunto que ainda nem comecei, sejemos cinseros: entendo os amigos e inimigos que acham absurdamente incompreensível alguém torcer contra a Seleção nacional. Juro pela saúde do Ahmadinejad que entendo.

Assim sendo, tentarei explicar o meu estranho ponto de vista, que me leva a torcer ardentemente por um 6×0 acachapante do México sobre a nossa “pátria de chuteiras”.

Em 1974, um cidadão chamado Pelé (ou Edson, acho que nem ele sabe mais) se recusou a servir à Seleção na Copa da Alemanha, e em 2010, outro cidadão chamado Adriano fez o mesmo na Copa da África do Sul. Aquele, por não aceitar o regime militar, e este, por aversão ao regime alimentar.

Hoje, um cidadão não tão famoso chamado Rúbio entende que a Seleção não passa de um produto de marketing nos tentáculos da CBF, utilizado para divulgar, arrecadar, eleger, manipular e desfalcar de seus melhores atletas clubes quase falidos, que gastam o que têm e o que jamais terão para manter jogadores de alto nível em seus elencos.

Eu me lembro dos maravilhosos anos 80, ápice dos sandubas da Geneal, quando os atletas do Flamengo eram figurinhas fáceis nas convocações para a Seleção, mas não me recordo de nenhum torcedor reclamando disso. Pelo contrário. Ter jogadores do seu time no então escrete era motivo de orgulho e galhofa com os rivais.

Mas isso foi na época de Giulite Coutinho e Octávio Pinto Guimarães, quando a bagunça era organizada, e os mandatos, bem mais curtos. Foi na fase final da época de ouro canarinha, quando a Seleção era um colosso temido até por países onde o futebol era ainda latente, e, portanto, não corriam o menor risco de ser humilhados por gente do naipe de Pelé, Garrincha e Zico.

Ou nem se importavam em sê-lo.

Hoje, porém, é este hoje que a gente vê por aí.


Duplex Toc Zen

1 – A bola pune: Normalmente, juiz que dá jeito de expulsar craques o faz somente para aparecer. Mas, ironia do destino, alguém se lembra do nome do juiz de Fla x Ceará?

2 – O STJD só sabe punição? E anistia, não vai nada?: Tantos torturadores da ditadura foram anistiados, mas o R10, que só faz o bem, principalmente ao Mano Menezes, ficará de fora contra o Santos. Será que servir à pátria não vale mais nada?

3 – Os palhaços que entraram pra história dos seus bairros expulsando Zidane, Maradona e Ronaldinho precisam aprender uma coisa: Craque sempre tem razão.

4 – Pênalti pra quê?: Quero muito que no último jogo do Brasileiro, contra o Asco, já estejamos com o hepta no bolso, e o soprador de apito marque um pênalti a nosso favor. E que o R10 pegue a bola, beije-a na boca (o local da válvula), ajeite-a na marca fatal, chute-a de volta pro nosso campo, dirija-se ao árbitro, e diga: “Professor, além de heptas, conseguiremos a façanha de fazê-lo sem nenhum gol de pênalti.” E SEJA EXPULSO!

5 – “Prioridade é vaga na Libertadores. Definido. Esse não é o Flamengo que eu conheço.” – Cortez: E a prioridade na Copa Santander Libertadores (um abraço, Tiago Cordeiro!) é o terceiro lugar.

6 – Olho no lance!: Perceberam que quando o Corinthians queimou todas as “gordurinhas” que ainda tinha, passou a apelar pro Adriano?

7 – A curiosidade matou o gato (sem falsa modéstia): Estou muito curioso pra saber o que, ou quem, o Caio Júnior vai inventar pra pôr o título do Botafogo a perder.

8 – Respeito demais os que ainda conseguem torcer por esta Seleção: De verdade. E por isso recomendo que torçam para que, apesar da corrupção pesada, a Copa de 2014 seja realmente realizada no Brasil. Porque disputar as eliminatórias com esse time do Mano vai ser osso.


9 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

Horário de verão: o governo só nos roubou 1 hora porque “tempo é dinheiro”.

Quem gosta de #Pan2011 é vascaíno, que adora ganhar um vice.

“Investigação contra Teixeira aberta na Polícia Federal.” E já tem data pra fechar?

“Jovem que atropelou 3 vai para presídio.” Agora não vão faltar “bafômetros” pra ele soprar.

“Jovem que atropelou 3 vai para presídio.” Agora ele vai aprender o que é entrar com tudo na contramão.

Você não acha que já está na hora de um TT #odeiomerchan? Compre esta idéia!

O #SuperPOP é a única tese sociológica que consegue dar 3 pontos de Ibope.

Pro #SuperPOP ser  um programa ruim ainda precisa ir pra Globo e ser apresentado no horário nobre, de preferência no lugar do Fantástico.

#Pan2011: “Estou usando uma cueca do Palmeiras agora.” – Hugo Hoyama. Ainda bem que ele não torce pro Fluminense.

A #VejaMente, mas que rouba também tem gente.

The Orlando Silva Affair: do jeito que as coisas andam por aqui, daqui a pouco o Twitter vai passar a se chamar PTwitter.

No Brasil, “provar a própria inocência” significa não ir preso.

Afinal: o Romário tem a língua presa ou a língua solta?

E segue bombando o futebol feminino do Brasil, categoria sub-42 bico largo.

Mengão: siga @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo @Vencendo

E nada mais farei, mas só depois de postar também a tal Calúnia da semana passada:

Calúnia do Rúbio Negrão


Por motivo de vadiagem (notem bem: “VaDiAGEM”!), escrevo esta mal traçada Calúnia bem antes do embate nelsonrodriguiano, concisa e injustamente reduzido à expressão “Fla-Flu”, e, portanto, nada sei do que irá acontecer dentro de instantes, neste domingo de pernas pro ar (obrigado, Ibrahim Sued).

Dito isso, creio ter total credibilidade e independência para prever o resultado do jogo: será Flamengo 3×2, com um gol de TN7, e dois de Bottinelli, sendo um deles em cobrança de falta à la Pet.

Também prevejo um fuzuê bem no finzinho da peleja, com o Abel Braga acusando o juiz de apitar trajando uma camisa do Flamengo sob a do FluminenC, e os tricolores de usarem calcinhas sob os shorts.

E não vai parar por aí! Escrevam o que eu estou escrevendo! Após ser expulso, o sempre ofensivo treinador dos quatro volantes ainda vai ofender o árbitro reserva, e desafiar o Batalhão de Choque a tirá-lo da cancha na marra!

Digo mais: apesar da alcunha bastante sugestiva, o herói do jogo não será o He-Man, que vai errar tudo, até as cusparadas. Isso sem falar que quando faltarem uns dois minutos pra acabar a partida, graças a um cartão vermelho tomado pelo Souza, o He-Man passará a confundir o juiz com o seu arquirrival Esqueleto, enquanto o Negueba, espertamente, deslizará sorrateiro para a proteção do vestiário.

Só não consigo prever uma coisa: se o STJD vai punir o Tricolor das Laranjeiras pelo deprimente espetáculo circense.

(Sejemos cinseros: vocês não estavam mesmo pensando que eu iria esquecer o “sejemos cinseros” numa Calúnia, né?)


Duplex Toc Zen

1 – YouTube memories: Eu gostaria de me estender um pouco mais sobre o FluminenC, mas… goooooooooool do Bottinelli! Aliás, que papelão o do Abel, e… goooooooooool do Bottinelli! Tá, deixa pra lá…

2 – El Pollo Producciones Cinematográficas: Apreciando os dois golaços dignos de DVD marcados pelo Bottinelli (goooooooooool do Bottinelli!), a gente começa a entender como ele foi parar no Flamengo.

3 – Aliás: O Bottinelli foi, de longe, o nome do jogo. De perto foi o Thiago Neves. (Goooooooooool do Bottinelli!)

4 – Outra grata surpresa: O goleiro Paulo Victor demonstrou muita tranquilidade. Eu, não.

5 – Goooooooooool do Bottinelli!

6 – Agora é sério: Sempre que o Flamengo se lança todo à frente, os gols saem. Pena que isso só ocorra nos últimos 25 minutos das partidas.

7 – O Brasileirão 2011 é o mais fácil dos últimos anos: Resta saber: fácil pra quem?

8 – Frustração: (Goooooooooool do Bottinelli!) A Pat se filiou ao PMDB quando todos queriam que ela fosse pra PQP.

9 – “Felipão para o Flamengo: ‘Vendam a Gávea e venham comprar o Kléber’”(Goooooooooool do Bottinelli!) Muito obrigado pelo alerta, Felipão. Se tivéssemos trazido o Kléber, hoje estaríamos sem sede e sem artilheiro.

18 – Bottinelli: Calou a boca de quem dizia que argentino não servia pra nada. (Goooooooooool do Bottinelli!)



19 – Digo, 11 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):


“Felipe é pego em blitz da Lei Seca.” E eu com isso? Quando ele tomar um frango me avisem.

Nobel de Química merecia o Willians, que contra o São Paulo foi expulso por ter arrancado uns 7 prótons do oxigênio bem na frente do juiz.

“Ídolo do Estudiantes, meia argentino Verón deixa gramados no fim do mês.” Aí, Mengão! Jogador bom pra compor nosso banco!

Por favor, mídia esportiva paulista: dê notícias sobre o Adriano Imperador! Mesmo que sejam boas.

Goooooooooool do Bottinelli!

E o Liedson calou a boca dos críticos que o acusavam de ser artilheiro porque só pegava filé mignon.

Steve Jobs não morreu. Apenas passou a se dedicar integralmente ao iCloud. #RIPSteveJobs

“46% dos moradores de SP nasceu fora do estado; veja onde.” Prefiro não.

“Bebê espera no RJ 12h para ser transferida.” O que são 12 horinhas quando se tem uma vida inteira pela frente?

No #FlaxFlu de hoje o Botti começou a gravar um novo DVD.

O He-Man foi mal no #FlaxFlu porque se ressentiu da ausência do Fred, o seu Gato-Guerreiro.

No #FlaxFlu de hoje, quem mais apareceu em campo foi o Sobrenatural de Almeida.

Seleção da CBF: sinto vergonha alheia de mim mesmo.

Eu nada mais faço, mas o Botti faz: goooooooooool do Bottinelli!
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: