Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão – Especial de 116 anos do Flamengo

Wallpaper ©jurasouza.com

Sejemos cinseros: sei que não desfruto de muita credibilidade por aqui, uma vez que não trabalho, e mesmo quando o fazia, era mais demitido que treinador de futebol.

Mas mesmo assim, mesmo sendo um zero ao quadrado, dei a sorte de ter nascido num país democrático, onde tenho o direito de expressar a minha opinião. Bem, pelo menos dentro dos limites da obediência civil e deste text box onde digito a minha semanal Calúnia.

Portanto, sem mais delongas, vamos à minha opinião. Ei-la: ferrou tudo.

Sim, os rivais fizeram que deixaram chegar, e a gente acreditou. A torcida se uniu, pegou o time no colo, e foi então que começou a sentir um odor azedo e bastante desagradável…

Afinal, a monumental kgada foi culpa de quem? Após uma profunda reflexão e sincera autoanálise, cheguei à conclusão de que MINHA NÃO FOI!
Sem hipocrisia, confesso que pra mim, como colunista, o caos rende muito mais assunto que a ordem. Fosse tudo perfeito no Mengão, minhas Calúnias seriam uma rasgação de seda insuportável. Mas, ao que parece, tal perigo não correrei jamais, porque parece ser do destino rubro-negro viver na corda bamba. Não que eu esteja sendo pessimista. Longe de mim, o pessimismo! Sei perfeitamente que o jogo contra o Coritiba poderia ter sido bem pior. Poderia ter tido mais 5 minutos de duração, por exemplo. Só que até a paciência de um desocupado terminal tem limite!

Cenão vejemos: o futebol não é uma ciência exata. A bem da verdade, nem ao menos uma ciência é. Daí que um Clube pode perfeitamente contratar Thiago Neves e Deivid, e acabar sendo campeão mundial com Luiz Antônio e Negueba. Isso, claro, quando o treinador não faz da obstinação uma verdadeira idolatria.

Futebol, todos sabem, é momento, e vaga cativa no time só mesmo um Zico, um Pelé, um, vá lá, R10 muito a fim de jogo. Quando a equipe “encaixa”, um momento raro e sublime do esporte, o treinador tem mais é que agradecer à sorte, e ir à luta! Deu certo, funcionou? Então não inventa! Vai cuidar de outros assuntos, e deixa o time jogar!

O Vasco, por exemplo. Trata-se de um retumbante catadão, mas um catadão que, milagrosamente ou não, encaixou. O mérito do Cristovão se resume em deixar o que está dando pro gasto em paz. Em time que ganha, não se coloca amigos nem parentes.

Ora, passei a semana passada inteira escrevendo aqui e no Twitter que a volta do R11 não ia prestar. Já não estava prestando antes mesmo da suspensão do dito-cujo! Deu no que deu: todos os times que disputam o Brasileiro 2011 já aprenderam a jogar contra nós, contra um esquema engessado, maçante, sem surpresas, sem inspiração, sem vibração, sem flamenguismo, cujas jogadas principais são os chuveirinhos do R10 para a área, ou o TN7 tentando passar por todo mundo, de uma vez e ao mesmo tempo.

Jogamos tão mal, mas tão mal, que os roubos do juiz acabaram se tornando irrelevantes. A gente assiste ao VT, revê os descalabros cometidos pelo árbitro, e pensa: “Putz, pênalti no R10! Ah, mas a gente não merecia marcar um gol agora.” Ou: “Ele não deu o escanteio, mas também, não ia adiantar nada, com essa bolinha que estamos jogando…”

Alguns dirão que o Thomás entrou mal na partida. Foi. Assim como o Renato. Mas quantos jogadores incapazes de envergar o sacro manto tiveram zilhões e mais meia dúzia de oportunidades para tal? Então, por que não um garoto futuroso, e por que não dizer, “presentoso”? Não que Thomás e Muralha sejam uma panaceia para os nossos males, sobretudo os políticos, mas convenhamos que contra o asa-negra Coritiba, no campinho sem gandulas deles, com o juiz deles, com a torcidinha deles, e precisados da vitória, tínhamos que ter nos arriscado um pouco mais. Perder é do jogo, mas com Muralha e Thomás no time, não estaríamos tão indignados.

Pra finalizar este desabafo inócuo, posto que pacífico, deixo uma pergunta: por que sempre que há uma roubalheira escancarada numa partida, tão escancarada a ponto de fazer com que torcedores questionem a probidade do certame, logo surge uma tropa de choque para policiar opiniões, classificando as mais justificadas reclamações de mimimi e chororô? Tudo bem que no Brasil não haja corrupção de espécie alguma, principalmente na CBF, onde o presidente ocupa o cargo somente há uns 450 anos. Mas isso tudo é estranho, e MUITO.


Duplex Toc Zen

1 – Mais seriedade, R10!: Você escapou por um triz de tomar (mais) um cartão amarelo bobo no lance do pênalti contra o Coritiba! (Como não existe roubalheira no Brasil, se o juiz não marcou, é porque não foi, certo?)

2 – Vai entender…: Não são apenas os juízes que carecem de critério. O nosso treinador é outro que adotou o critério de não tê-lo. Léo Moura e Renato vêm jogando mal há meses, mas não saem do time. Já o Thomás, se não arrebentar em 20 minutos, vaza, e ainda leva a culpa.

3 – Luxeleção: Se o nosso professor continuar assim, logo, logo voltará ao comando da Seleção.

4 – Upgrade para a classe econômica: Ao demonstrar pensamento semelhante ao do genial Caio Jr., doravante Luxa Sênior.

5 – Fierro: É o coringa do time. Não joga nada de volante, de lateral, de meia, e ainda pode dar uma de cone no ataque…

6 – Renato Abreu: Para o Luxa, homem de confiança. Para a torcida, homem desconfiança.

7 – “Errei em botar o Thomás”: Se botar o Thomás foi erro, botar Fierro e Renato foi o quê? Suicídio coletivo?

8 – E, a propósito: Quem ganha acima de R$ 200.000,00 por mês não pode errar.

9 – E por falar em roubalheira: Em 2012, precisamos ter alguém de peso trabalhando nos bastidores da FERJ e da CBF. Não para levarmos vantagem, mas para não levarmos desvantagem.

2º – Aviso aos navegantes: Vencer o Universitario foi mole. Quero ver é vencer o Profexô no dia 4/12.

11 – Vasco 5×2 Universitario: Foi gostoso ver peruano se ferrando, só pra variar…

12 – “Montillo para 10 dias”: Caso menos grave que o do Léo Moura, que já tá parado há 6 meses.

13 – América-MG 2×1 Corinthians e 2×1 Fluminense: No futebol atual, é tudo “japonês” mesmo! A diferença entre os times é que alguns “japoneses” têm mais história, mais camisa que os outros. O futebol não é mais uma caixinha de surpresas. Virou um contêiner.

14 – Aliás: A palavra “favorito” deveria ser banida do vocabulário esportivo. Fica aqui a sugestão, STJD. E se também quiserem banir os merchans, agradeço.

15 – “Rapaz…Beleza… Mas vc tá precisando urgentemente de umas aulas de português, pqp!!! “Cinseros” ?!?! O que é isso?!?! “Cenão”?!?! Do que se trata, pelo amor de Deus!!!! Para escrever num blog, precisa saber as regras mínimas no português, meu filho…VAI ESTUDAR!!!! E pare de envergonhar a Nação! Saudações rubro-negras!!!” – Vitor Mello: Muito perspicaz, o Vitor. Pena que ele não tenha pegado também o “vejemos” e o “sejemos”… Falta de senso de humor, eu não critico, mas grosseria, sim. Mesmo que eu fosse um semianalfabeto, e não estou afirmando aqui que eu não seja, será que eu mereceria ser escorraçado dessa forma? “Ignorânça” não pode, mas bullying pode?


16 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

“Fifa anuncia preço popular na Copa: R$ 44.” Mas pra ver o jogo no estádio ou nos telões?

Cada vez eu me convenço mais: não ter noção é uma bênção!

Contra o Coritiba podemos quebrar outra escrita. Só espero que o Luxa não mande a campo um time de analfabetos.

O Renato é nossa asa-negra.

O problema não é acharem que determinada piada é bullying. O problema é acharem que ela é séria. #BrasilSemMauHumor

“Estudantes da USP entram em greve.” Prosseguindo na luta por maiores mesadas dos papais.

Perto de mim, o Charlie Sheen passaria no exame do bafômetro.

“PM prende homem apontado como chefe do tráfico.” PUTZ! Que susto! Eu li “chefe da Traffic”!

“Oferta agrada, mas Gladiador ainda não fecha.” Vamos esquecer essa bobagem de “Kleber Gladiador”, ok? O apelido é “Kleber Leiloeiro”.

Prenderam o Nem. É, vou me abastecer, porque que o fornecimento deve ficar meio irregular este fim de semana.

O azar do Nem foi ter oferecido propina a um PM, e não a um árbitro de futebol.

Pra que toda a logística pra levar a Seleção pra África só pra meter 2×0 no Gabão? Não podia ter vencido por telefone mesmo?
A CBF preparar a Seleção pra 2014 em jogos do naipe de Brasil x Gabão é acreditar muito na sorte na hora do sorteio das chaves do Mundial.

É incrível, mas o Cesar, do filme “Planeta dos Macacos: A Origem” é muito melhor ator que 90% da galera de “Malhação”!

Ao Flamengo tudo. Ao Arco-Íris, a lei.

A vantagem de as cartas do Brão 2011 estarem marcadas é que a gente tem a certeza de que o campeão será o Corinthians, e não o Vasco.

17 – Especial “Canelada Facts”:

O Renato nunca sai de carro, porque se tirá-lo da garagem, periga perder a vaga. #caneladafacts

O Renato não prestou o vestibular porque ficou com receio de não estar entre os 11 primeiros. #caneladafacts

O depto. jurídico do Fla estuda uma maneira de escalar o R11 mesmo quando estiver suspenso sem que o time perca os pontos. #caneladafacts

Renato foi a musa inspiradora do ex-ministro Rogerio Magri quando este cunhou o termo “imexível”. #CaneladaFacts

O sonho do Renato era ser o Monte Everest, só pra ser eternamente escalado. #CaneladaFacts

O Renato desistiu de aprender bateria porque errava muito na marcação. #CaneladaFacts

O Renato quando vai ao cinema, assiste ao filme em pé. #CaneladaFacts

Quando jovem, o Renato fez questão absoluta de servir ao exército só pra não ser reservista. #CaneladaFacts

O Renato se recusa terminantemente a se aposentar só porque essa palavra termina em “sentar”. #CaneladaFacts

A FIFA estuda aumentar o número de jogadores de cada equipe para 12 só pro Renato não ir pro banco. #CaneladaFacts

O Renato odeia bossa nova porque não aceita tocar violão sentado num banquinho. #CaneladaFacts

Se o Renato tivesse vivido nos EUA dos anos 50, ele teria feito parte da equipe do Eliott Ness: os Intocáveis. #CaneladaFacts

O Renato Abreu é o único que tem uma cativa pra assistir ao jogo de dentro de campo. #CaneladaFacts

O Renato não gosta de fechar nem porta de geladeira, que é pra não ficar de fora. #caneladafacts

O Renato paga todas as suas contas via internet só pra não ter que passar no banco. #caneladafacts

Quando se aposentar daqui a 6 anos, o Renato vai atacar de MC só pra continuar soltando o pancadão. #caneladafacts

O “gênio” que contratou R11 tinha q ter percebido que jogador q usa o mesmo cabelo há 20 anos ñ tem 1 pingo de criatividade. #caneladafacts

Se o Renato fosse um eletrodoméstico seria uma enceradeira ou #caneladafacts

Qualquer pessoa pode passar a senha da sua conta bancária pro Renato porque ele é o maior homem de confiança do Brasil. #caneladafacts

Quando garoto, o Renato se esforçava pra tirar 10 em todas as provas só pra ser o queridinho do professor. #caneladafacts

Por incrível que pareça, o Renato ainda não sabe ver horas. É por isso que ele chega sempre atrasado. #caneladafacts

O máximo que o Renato consegue ter de talento é o “lento”. #caneladafacts

E nada mais faço. Mas fico imaginando se fizesse.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: