Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão

Em momentos conturbados, é sábio calar.



Pronto. Agora que já calei, permitam-me passar à Calúnia de hoje.


(Risada gutural.)

Sejemos, como sempre, cinseros e analfas: se o torcedor flamenguista reclama de um pênalti escandaloso não marcado pelo juiz, é “mimimi”, é “chororô”. Se comenta que o time não treina o suficiente nem corre o bastante durante os jogos, é “cornetagem”. Se se assusta com as peripécias bizarras do Conselho Diretor, é falta de flamenguismo elementar…

Soo extremo, mas não exagero. Pelo menos, não muito, pois no Twitter, um jornalista do GE chegou a descer do seu imaculado pedestal só pra me ensinar que não existe roubalheira no futebol brasileiro ponto. E de exclamação! Como se eu tivesse nascido ontem, como se eu não morasse aqui, como se eu orientasse minhas convicções futebolísticas pela grande mírdia.

No meu caso específico, sei que irrito até mesmo monges flamenguistas (sim, existem!) por fazer muitas piadinhas sobre o próprio Flamengo. O famoso “rir de si mesmo”, aparentemente démodé, principalmente nos meios onde não se cultiva o senso de humor. Por mais que o leitor rubro-negro “ria alto”, por mais que diga que “mitei”, sempre ficará a preocupação de que o seu vizinho botafoguense ou vascaíno use aquela mesma tirada contra ele.

Mas o que essa tropa de choque midiática não consegue (ou não quer) perceber é que os torcedores têm direito a manifestar suas opiniões, ou, no mínimo, a fazer uma piada. Seja ela engraçada ou não. Como se não bastasse o Twitter oferecer parcos 140 caracteres, eu só posso utilizá-los para notificar os meus seguidores de que estou entrando no banho? Ou para rasgar seda? Ou para revelar “informações de bastidores”, mais conhecidas como “boatos infundados”? De que vale escrever nos prestigiosos blogs FlamengoNet e Pontapé, se as palavras precisam ser medidas com régua de milímetros?

Por outro lado, como tenho uma formação absurdamente democrática, fruto de uma criação entre gente mais forte e mais agressiva do que eu, consigo compreender os interesses pessoais de cada envolvido no policiamento pela moral e bons costumes na rede. Então, sugiro uma solução pacífica: que os indignados de plantão formulem uma cartilha orientando sobre o que é, e o que não é politicamente correto, para que aqueles da “magnética” (mais conhecida na internet com “internética”) que ainda os levam a sério, possam se portar conforme os ditames de civilidade, e os melhores interesses do Clube ou da grande mídia.

No meu caso específico, o compromisso é sempre com os leitores, que esperam que eu assuma alguma posição, que tome alguma atitude, mesmo que essa seja apenas a ironia. Ora, por ser um cara se emociona até quando ouve o hino nacional rubro-negro, se faço piadinhas, elas são SOBRE o Flamengo, e não CONTRA ele. Não se trata de crime de lesa-pátria. Trata-se, isto sim, de uma… piada! E a única crítica que aceito de bom grado é que ela não teve a mínima graça.

Admito que já cheguei a pensar: “Deixa eu zoar os rivais, que eu ganho mais.” Mas, por acaso é minha a culpa de o nosso time atual servir melhor a um, por exemplo, Vasco, que não ganha nada relevante, mas também não cai pra Série B, do que a um Flamengo?

Pra encerrar, atendendo a inúmeros pedidos, vou quebrar o meu silêncio sofrido sobre o caso do vídeo íntimo do R10. Trata-se apenas de uma opinião. Por favor, não me peçam para elaborar mais a respeito, pois me recuso a compactuar com sensacionalismo barato.

Causou, sim, surpresinha o ocorrido, e achei desmedidas as gozações sobre o embrulho, digo, imbróglio. Uma simples escorregada do P10 não é motivo para se pedir a cabeça do garoto. Que, ao menos, o vídeo sirva de lição para os jovens boleiros que, mais do que nunca, precisam aprender com um craque a arte de bater nas bolas como se fosse com a mão.

Lembro-me de quando eu tinha uns 11 anos. Um colega meu fez xixi nas calças na escola. O tempo passou, esse menino se fez homem, constituiu família, mas até hoje é conhecido entre amigos (e inimigos) como “Fulano Mijão”.

Agora extrapolem vocês mesmos sobre as consequências de um cara mundialmente conhecido aparecer numa internet mundialmente acessada, num vídeo em que NÃO FAZ xixi nas calças.


Duplex Toc Zen

1 – Onandinho Gaúcho

2 – Na verdade, o Zico fazia direto o que fez o R10: Treinava sozinho até mais tarde, sim! Só que com os pés.

3 – Ledo engano: Daqueles que achavam que, por causa do poder econômico, Barcelona e Ronaldinho eram imbatíveis.

4 – A falha do Rodrigo Moledo não foi ter espirrado aquela bola pro R10 fazer o gol: O seu erro foi não ter entrado com os dois pés juntos nas costas do craque rubro-negro. Ou alguém aqui acha que o juiz marcaria pênalti?

5 – Tudo conspirando pra vaga do Mengão na Liberta: Menos a CBF.

6 – Contra o Inter, R11 foi atrapalhado duas vezes pelo juiz: Já não bastava a natureza…

7 – “Oba, gols saindo de montão no Brasileirão!”: Foi o que pensei ao dar uma espiada no Atlético-MG 4×0 Botafogo, ao ver a bolinha da Globo aparecer toda hora no canto inferior da tela. Só depois percebi que era apenas o Daniel Carvalho caindo pela direita do campo.

8 – Quem tem razão?: O Santos, que poupa Neymar, ou o Barça, que escala Messi até contra o Getafe?

9 – Vasco Vice Facts 1: Nós, rubro-negros, que nos orgulhamos de ser Flamengo até morrer, temos que aprender com os vascaínos, que são Vasco a cada segundo.

2º – Vasco Vice Facts 2: O Vasco devia abandonar o futebol, e passar a se dedicar exclusivamente às corridas de velocidade, onde cada segundo é importante.

11 – Vasco Vice Facts 3: “Os últimos serão os primeiros”. Se a recíproca for verdadeira, então o Vasco jamais será o lanterna.

12 – Vasco Vice Facts 4: Em São Januário já existe um movimento para mudar o nome da agremiação de “Vasco da Gama” para o de outro heroico português: “Dom Pedro II”.

13 – Vasco Vice Facts 5: O Vasco pode ter empatado com a La U no primeiro jogo, mas o segundo ninguém tasca!

14 – Vasco Vice Facts 6: A colônia portuguesa no Brasil decidiu homenagear os seus clubes de futebol. Agora, as primeiras filhas que nascerem em cada família se chamarão Lusa, e todos os segundos filhos, Vasco.

15 – Vasco Vice Facts 7: Agora, o Vasco da Gama vai passar a se chamar “Fila de Boate”: sempre alguém passa na frente.

16 – Vasco Vice Facts 8: O Club de Regatas Vasco da Gama tem 113 anos de existência. Ou, pra ser mais exato, 3566008800 segundos.

17 – Vasco Vice Facts 9: Diferentemente de um rubro-negro, na vida de um vascaíno o Vasco jamais estará em primeiro lugar.

18 – Vasco Vice Facts 10: O segundo time de todo rubro-negro é o Vasco.


19 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

“Minc prevê que óleo pode chegar em até um mês a praias do RJ.” Aí vamos ter que usar detergente como bronzeador.

O q eu já gastei de grana só este ano pra ver o Mengão jogar dava pra comprar um estoque enorme de Engov e Mylanta Plus pros nossos craques.

Segundo a #BibliaDoNerd, o Pecado Original foi todo culpa da Apple.

“Aprovado projeto que eleva salários dos vereadores de R$ 9,2 mil para R$ 15 mil a partir de 2013.” É o que eu chamo de roubo dentro da lei.

“Alunos da USP protestam na Av. Paulista.” Esses estudantes acham que tem reitoria em todo canto, que nem Mcdonald’s…

“Flamengo é o segundo time que mais empata no Brasileirão 2011.” Putz! Será que ainda dá tempo de empatar essa disputa?

Deu no Globo.com: “Receita de panqueca leva doce de leite, banana e amendoim.” Acho que engordei 2 quilos só de ler isso.

Se Ronaldinho é o R10, Rubinho é o R10º.

A exemplo da última rodada do Brão de 2009, o Mengão viverá uma semana de intensa expectativa. Só que desta vez será pra comemorar um vice.

Esse Fla x Inter foi um jogo de xadrez. E tão emocionante quanto.
O difícil não é mitar. O difícil é mitar, sem imitar.


Vem cá. Esse imbróglio da irregularidade do Diego Souza não seria um esquema do Vasco pra escapar do vice?


“Adriano alega doença e não se reapresenta.” Ele sofre do terrível Mal de Custobenefício.


“Jobson visita o Botafogo e será reintegrado.” Justo. Esse aí ainda tem muita lenha pra queimar.


Enquanto alguns não têm direito a uma segunda chance, o Jobson se encaminha para a 12a.


E nada mais faço.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: