Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão

“PRECISO DE UM PSIQUIATRA URGENTE! Não consigo mais ter raiva do Vasco”


Assim rompi o meu silêncio no Twitter, após o Vasco x Flamengo de domingo passado. E não mais me manifestei sobre o vice do cooirmão, em respeito à dor de sua torcida (ou euforia, sei lá, não deu pra distinguir).

Mas, cá entre nós rubro-negros, sejemos cinseros: não sinto mais raiva do outrora arquirrival, e não foi por ter cultivado em mim o espírito esportivo ensinado pelo Barão de Coubertin. Foi, sim, pela irrelevância que o Vasco assumiu no cenário futebolístico nacional.

Cenão vejemos: num ano em que nenhum time, absolutamente NENHUM TIME se destacou no Brasileiro, o Vasco, a duras e sofridas penas, conseguiu, num “ano mágico”, abocanhar um… vice!

Mas não se iludam. Não foi por eu ter perdido a habilidade de odiar o Vasco que passei a ser menos flamenguista do que ninguém! Minto. Na verdade, não sou menos flamenguista do que ninguém, exceto do que aqueles rubro-negros leais e abnegados que votaram no Ronaldinho no Troféu Largo Tudo. Esses aí são muito, mas MUITO MAIS flamenguistas do que eu, em vista de um amor pela Instituição que muitos chamariam de cego. Literalmente cego.

Agora, se 2011 foi proveitoso para o Vasco, que alcançou o seu objetivo principal da conquista do vice brasileiro, e ainda ganhou o título da Copa do Brasil de lambuja, nós também não ficamos pra trás: faturamos a vaga pra Liberta, bem como o Cariocão, onde, ao contrário do Vasco na Copa do Brasil, ao menos tivemos que jogar com um ou dois times grandes.

Quer dizer, também atingimos as nossas metas. Ou pelo menos as metas do Luxa. Sim, porque ele conseguiu reconduzir o Mengão ao topo do mundo. Afinal, jogaremos contra o Real Potosí a 4 mil metros de altitude!

E uma vaga para a Libertadores, mesmo sendo uma pré-vaga, não é de se jogar fora. Mesmo nivelado por baixo (e uso “baixo” também no sentido de “baixaria”), o futebol nacional anda muito disputado, o que dificulta bastante a sua obtenção. Vejam só o caso o Botafogo: por disputar o Brasileirão, nunca consegue a sua tão sonhada vaguinha, mas, por outro lado, se disputasse o Peruanão ou o Venezuelão, por exemplo, creio que jogaria a Libertadores com muito mais frequência.

Creio.

Então, por favor, vamos acabar de uma vez por todas com essa controvérsia: com base no principio milenar de “Dos males, o menor”, ser vascaíno é melhor, sim, do que ser botafoguense!

(Permitam-me abrir este parêntese para pedir perdão pela Calúnia amargurada, fruto de um domingo marcado por muitas tragédias: foi o vascaíno que morreu na praia, o rubro-negro que morreu de rir e o são-paulino que morreu de inveja. O único que ainda tem chances de sobreviver é o botafoguense, que ainda está morrendo de vontade.)


Duplex Toc Zen

1 – Vasco Vice Facts 1: O Vasco não tem sala de troféus. Tem sala de medalhas.

2 – Vasco Vice Facts 2: O Vasco coleciona segundos porque tempo é dinheiro. (Nesse ritmo, ainda será o Clube mais rico do mundo.)

3 – Vasco Vice Facts 3: Entre ser campeão e causar uma emoção muito forte ao Ricardo Gomes, e ser vice, o Vasco preferiu a segunda opção, porque a saúde vem sempre em primeiro lugar.

4 – Vasco Vice Facts 4: O Flamengo tem mais vices que o Vasco, Ou seja, até nisso eles são vices.

5 – Vasco Vice Facts 5: O Vasco pode até não ter um título mundial, mas o Flamengo também não tem um título da Série B.

6 – Vasco Vice Facts 6: O cúmulo do planejamento é entrar num campeonato pra ser vice, e conseguir.

7 – Vasco Vice Facts 7: A grande realidade é que o Vasco já começou o Brasileirão com segundas intenções.

8 – Vasco Vice Facts 8: Vascaíno ama ser vice porque não tolera álcool, e prefere o seu chope bem aguado.

9 – Vasco Vice Facts 9: Sorte do Vasco não ter ganho a Tríplice Coroa porque ela não bastaria pro bicho de sete cabeças que seria conquistá-la.

2º – Vasco Vice Facts 10: Louve-se a ambição do Vasco, que lutou até o fim pelo vice nacional, quando poderia estar acomodado com o vice máximo obtido contra o Real Madrid em 98.

11 – Vasco Vice Facts 11: Se o Corinthians tem mais torcedores que o Flamengo, por que o segundo colocado no Brão está tendo mais visibilidade na mídia e nas redes sociais que o primeiro?


12 – Vasco Vice Facts 12: O regime político no Vasco é presidencial, mas quem rula é o vice.


13 – Vasco Vice Facts 13: Comprovado o esquema da CBF para favorecer os cariocas no Brão! Em 2009, foi o Flamengo, em 2010, o Fluminense, e em 2011, o Vasco.


14 – Vasco Vice Facts 14: O azar do Vasco não foi ser vice de novo, foi sê-lo justo quando nada mais vai acontecer de interessante no futebol nas próximas duas semanas.


15 – E o azar do Cuca: Foi ter deixado uma péssima última impressão, ao tomar um balaio histórico do arquirrival no derradeiro jogo do campeonato em que salvou o Galo da degola.

16 – Riu por último: E mais uma vez o Adriano provou aos seus injustos detratores que as suas ausências em partidas decisivas não prejudicam os times em que joga.

17 – Coitado do Dedé: Foi se destacar logo no Vasco.

18 – Momento “Pode isso, Arnaldo?”: Gol do Renato Abreu vale, sim, porque ele é um elemento estranho ao jogo.


19 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

Depois do que aprontou, o Jobson não joga mais no Bahia. A diretoria do Clube lhe deu um beijo e um cheiro.

Faltou luz no Supermercado Mundial, e o gerente orientou os seguranças: “Aqui é furto zero! ATIREM PARA MATAR!

“Justiça nega pedido do Fla, e Sport comemora exclusividade sobre 87.” A coisa está fervendo no Universo Paralelo!

Novo dia chegando… Alguns saindo de casa pra vencer, enquanto outros indo apenas cumprir tabela.

“Imperador alega indisposição e não se reapresenta.” É. Parece ser esta a nova posição do outrora centroavante Adriano: a indisposição.

Não curti “The Walking Dead”. Filme de zumbis por filme de zumbis, prefiro ver os da Xuxa.

A única maneira de vascaíno meter uma faixa no peito é vestindo a camisa do Vasco.


O Vasco e sua inglória luta pra provar ao mundo que o último e o segundo lugar não valem a mesma coisa.

O azar do Vasco não é ser sempre vice. É a torcida do Flamengo ter percebido.

A caravela do Vasco da Gama é diferente das outras, porque o timão vai na frente.

O Vasco nem queria o título pelo penta nacional. Queria só pra não ser zoado pelos rubro-negros.

5 de dezembro, e o Corinthians já está confirmado na Liberta. Depois vão vir com a desculpa de que não deu tempo de tirar o passaporte!

Torcida do vasco revoltada: ser vice sem partida final não é a mesma sensação!

A #sessaodatarde me lembra da minha infância. Mais exatamente dos momentos em que eu não tinha nada legal pra fazer.

E hoje, a minha Sessão da Tarde é esta Calúnia.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: