Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão

“Flamengo, Flamengo, tua glória é lutar.”

Mais do que um grito de guerra, mais do que um lema, mais até do que o blog do Julio Benck, a glória na luta é uma sina, um destino, um estilo de vida, uma obsessão rubro-negra.

É do Flamengo lutar contra tudo e contra todos. Contra amigos e inimigos. Contra arcoirenses e quintas-colunas. Luta contra chinelinhos, mercenários e amarelões. E amanhã, contra o Real Potosí, chegará às raias do absurdo de lutar até pela necessidade básica de respirar, simplesmente porque a FIFA é de fufa.

Engana-se quem pensa que a conquista da Libertadores em 81 foi fácil. Mesmo contando com o último timaço-aço-aço surgido por estas bandas, que infundia verdadeiro terror nos adversários, a Libertadores de 81 foi vencida “no braço”, na raça, na moral, apesar de todo o futebol-arte que fluía pelas veias dos nossos craques.

Engana-se igualmente quem pensa que a casa do c%*ralho fica lá adiante, na horizontal. Não. A casa do c%*ralho fica pra cima, na vertical, a 4 mil metros, na altitude boliviana.

Como se engana também, e redondamente, quem pensa que o Flamengo é o Brasil na Libertadores. O Flamengo não é o Brasil em lugar nenhum. O Flamengo é, como tão bem recitou Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo.

Com crise ou sem crise, com Zico ou sem Zico, o Flamengo é o Flamengo. E esse fato vem nos bastando por mais de 115 anos, e nos bastará por mais 115, e por toda a eternidade.

Por isso, paremos de usar o “se”. “Se” Love vier, “se” Suazo chegar, “se” Cáceres for contratado… O “se” não existe no futebol. Usemos, pois, o “caso”. “Caso” Love venha, “caso” Suazo chegue e “caso” Cáceres nos dê o ar de sua graça, ficaremos muito fortes, em termos de time e também de elenco.

Só que amanhã, contra o Real Potosí, ainda não jogaremos com o time principal. Mesmo assim, na vitória ou na derrota, sem mimimi (ou, se você for mais chegado ao Twitter, mememe), porque a Calúnia de hoje não tem a menor pretensão de divagar sobre 2012, mas apenas sobre Libertadores, que é onde aperta o nosso calo atual.

Contra o Real Potosí, nem Time A nem Time B: o certo e prudente será entrarmos em campo com o Time O. (Caso algum vascaíno esteja lendo, “O” de “oxigênio”.)

E terá de bastar, porque além de “Tua glória é lutar”, “Flamengo, Flamengo, campeão de terra e mar.”

Assim sendo, prestes que estamos a iniciar nossa nova marcha rumo ao novo bi da Libertadores, nas alturas insondáveis de Potosí, eu reforçaria: “Campeão de terra e mar e ar”. E cabe perfeitamente aqui citar a máxima de Buzz Lightyear, o cara que acabou com a vida do Woody em “Toy Story” (e que, a julgar pelo conturbado perfil psicológico, também um rubro-negro doente): “Ao infinito… e além!”

Porque nas alturas potosianas, creio eu, o urubu terá o seu dia de condor.

Mas, antes disso, haja coração!

Ou melhor, pulmão.


Duplex Toc Zen

1 – Há treinadores que “pagam geral”: E outros que “recebem geral”.

2 – O Luxa sempre detestou igrejinhas: Daí que não sei como ele aguenta conviver com tantos jogadores dizimistas.

3 – Só digo uma coisa: Lu%a.

4 – Questão de nomenclatura: Doravante, “Geladeira” não tem mais a ver com o Gustavo, e sim com o Alex Silva.

5 – Apesar de insider profundo do Flamengo, não sei dizer se o Luxa vai ou fica, mas vou logo avisando: Se, em 2012, o Mengão jogar com a mesma lentidão com que jogou em 2011, NÃO SEI SE VOU TER SACO!

6 – “Pra mim o TN está certíssimo. Ele é a cara do Fluminense. Mesmo assim sempre respeitou a camisa do Flamengo enquanto a vestiu. Ao contrário de outros sempre jogou com garra e disposição. Também não o vi envolvido em escândalos, fofocas ou indisciplina” – Paulo Cezar: Pra mim, também certíssimo está o Paulo Cezar. Melhor um PROFISSIONAL não identificado com o Clube do que um frasista talentoso que não corre e vive na zona.

7 – Aliás, relembrando o pré-contrato do TN7 com o Palmeiras em 2007, ninguém me tira da cabeça: Ele foi o precursor do conceito de compras coletivas no Brasil.

8 – Potosí Facts 1: Os nossos jogadores estão muito bem condicionados para o jogo na altitude, porque já vivem com seus salários nas alturas há muito tempo.

9 – Potosí Facts 2: O jogo a 4 mil metros será uma oportunidade única para os jogadores que não disputaram a Copa de 2010 sentirem o gostinho de dar um “efeito Jabulani” na bola.

171 – Potosí Facts 3: Quem não se abala com jogos na altitude é o gambler Luxa, que está acostumado a jogar alto.

11 – Potosí Facts 4: Na partida contra o Real Potosí, naquela altitude absurda, finalmente os jogadores marrentos poderão meter uma máscara em paz.

12 – Potosí Facts 5: O maior perigo neste jogo nas nuvens é a nossa zaga, que em 2011 não foi nada bem no jogo aéreo.

13 – Potosí Facts 6: Sabem aquela teoria conspiratória, segundo a qual os EUA teriam forjado as imagens do primeiro passo do homem na Lua? Pois é. Tudo filmado em Potosí.

14 – Potosí Facts 7: Um fato pitoresco sobre a cidade de Potosí é que lá os aviões não aterrissam: apenas estacionam.

15 – Potosí Facts 8: Se Real x Flamengo fosse realizado em 81, certamente rolaria uma zoação do Zico pra cima do Peu sobre a viagem pra Potosí ser de navio.

16 – Potosí Facts 9: Quando chove em Potosí, as pessoas não precisam usar guarda-chuvas, apenas galochas.

17 – Potosí Facts 10: Em Potosí, os aviões de carreira voam com as janelas abertas.

18 – Potosí Facts 11: Tem funkeiro rubro-negro que até já apelidou carinhosamente o nosso adversário de Real “Poposí”.

19 – Potosí Facts 12: Em Potosí, os apartamentos acima do terceiro andar são pressurizados.

20 – Potosí Facts 13: Em Potosí, Léo Moura e Renato jogarão normalmente, porque ambos já vêm sentindo os efeitos da altitude há muito tempo.

21 – Potosí Facts 14: Ironicamente, este jogo valendo vaga na Liberta lá nas alturas bolivianas é um dos pontos baixos da gloriosa história rubro-negra.

22 – Potosí Facts 15: Real Potosí x Flamengo será, literalmente, um jogo de tirar o fôlego.

23 – Potosí Facts 16: Sufoco na Bolívia o Mengão já vai tomar. Só torço para que não seja do adversário.

24 – Potosí Facts 17: O Luxa só deixará o comando do time no retorno da altitude de Potosí, porque é muito mais seguro cair estando ao nível do mar.

25 – Potosí Facts 18: Desta vez, a logística do Flamengo foi perfeita: o time chegou a Potosí fora da hora do rush, e o avião quase não pegou nenhum sinal fechado.


26 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

“Deivid aprova a bola da Libertadores.” Já a bola ainda não se pronunciou sobre o jogador.

“Fla tentou He-Man para dar troco.” Não rolou porque iria rolar atrito com o Esqueleto Negueba.

Como o Tiago Neves saiu, o novo apelido do Flamengo passou a ser “armário”.

Rafael Moura preferiu ser reserva no Fluminense a ser reserva no Flamengo.

“Após mulher mordida e dedetização, ratos mortos são achados no Senado.” Quando vão revelar os nomes dos partidos?

O nosso time não é drag queen, mas já tá quase montado.

É verdade que o governo americano baixou o Megaupload inteiro?

O FBI é uma espécie de STJD americano.

Não torrent mais meu saco com esse troço de SOPA!

Essa SOPA ainda vai dar caldo.

#SeOTwitterAcabasse eu migraria pro trabalho.

SOPA no Megaupload: pena de quem estava acabando da baixar a hexalogia “Guerra nas Estrelas”.

O mais prejudicado com o fim dos sacos plásticos nos mercados será o Coronel Nascimento. Imagino ele ordenando: “Bota na sacola ecológica!”

Só lamento uma coisa sobre o fechamento do Megaupload: é o Alex Silva não estar hospedado lá.

Se o FBI precisar de espaço nos servidores do Megaupload, posso dar uma força baixando os arquivos excedentes.

Não me chocou o fechamento do Megaupload pelo FBI. Foi apenas mais uma “queima de arquivos”.

Sobre a Julia Bueno, espero que quando eu for TT no Twitter seja pela descoberta de algum combustível alternativo ou pela cura da calvície.

Hoje foi mais um dia em que não fiz nada. Mas pelo menos, o sono tá em dia.

O Lajeadense é um timinho muito do folgado: não respeita nem clube que paga em dia.

Um dos grandes mistérios do Twitter é o critério para dar RT nos tweets. Por que coisas insossas recebem +100, enquanto coisas criativas, 0?

“Dilma Rousseff diz que Enem terá duas edições em 2013.” OBA! Duas temporadas no mesmo ano!

Alguém conhece um bom cirurgião plástico pra transformar minhas orelhas em “orelhas de repolho” só pra ninguém mais me encher o saco na rua?

“Sem a namorada Bárbara Evans, Lucas Malvacini garante: ‘Não sou gay’.” Só que esqueceu de dizer que não tem nada contra.

“E essa história do Flamengo ter a maior torcida, hein Renato?” – Ronabo. O cara já não sabia a diferença entre homem e mulher. Agora, isto.

E nada mais faço.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: