Deixe um comentário

Mais do Mesmo

O que dizer sobre o placar mínimo de Flamengo 1 x 0 Fribuguense? Que está de bom tamanho, por todo o contexto (desfalques, escalação e gestão) e também pelos três pontos. E só, pois criticar o time só tornará o nosso cotidiano ainda mais clichê, haja vista que o embasamento engloba um treinador burro, mas que é sortudo, jogadores tidos como promessas, mas que não vingam, e que o foco é a Libertadores, mas que o time parece não levar a sério esta competição.

Tirando tudo isso, tentando ao menos sair do senso comum, da para se constatar que Léo Moura, hoje, faz uma falta absurda, e que Negueba e Diego Maurício não parecem mesmo ser da linhagem “craque o Flamengo faz em casa”. Pronto, virou clichê novamente!

Bom, mas fora isso, é aquilo mesmo, o Flamengo – em frangalhos – seguindo na maior onda do vâmo-que-vâmo, e parte da torcida – em crise emocional – acreditando que a solução para a inflação é um pinguço. Haja saco pra esse mimimi sobre AAdriano! E olha que ainda nem chegamos à metade do ano…

Ah, mas bom mesmo é queimar a língua e ver que o Kléberson ressuscitou. E eu estou torcendo demais para que o Penta seja, em 2012, o que o Petkovic foi em 2009. São Judas, olhai por nós!

Bruno Cazonatti
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: