Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão

Escrevo estas mal traçadas linhas ainda sem saber se o mundo realmente acabou, conforme estava previsto, ou não. Se ainda estou aqui só de teimosia, de pirracento que sou, sofrendo alucinações rivotrilianas de que meus parentes, amigos, leais detratores e aquele que tem me causado mais sofrimentos do que todos juntos, o Flamengo, ainda existem.

Caso o mundo ainda não tenha acabado, coisa em que estou começando a acreditar porque bateu uma fome ronaldesca-fenomenesca, lamentarei bastante, mas levantarei a cabeça, e encararei tudo como mais um fracasso no meu espaçoso panteão.

Cresci assistindo ao Fantástico, que naquela época devia ter como linha editorial encerrar cada domingo com uma matéria sobre o fim do mundo. E cresci achando que o fim do mundo seria algo ruim, que traria dor ao invés de aliviá-la.

Como eu estava enganado! Nunca como hoje imaginei o fim dos tempos como uma bênção, tão grande que agora nem sei bem se a mereço.

Estou me abrindo com vocês, heterossexualmente falando, porque considero o Blog da Flamengonet, o Pontapé e o Flama do Flamengo os meus segundos lares na internet (o primeiro é o site slutpornextremehardcore.com, mas essa é outra história). Digo do fundo do coração: este ano só prevejo duas alegrias para todos nós: a primeira, escapar do rebaixamento, e a segunda, sem sustos.

Confesso estar desonrientado. Arrogante, já fui contra a escalação de três volantes no time, mas hoje, mais maduro e ponderado, defendo a escalação de cinco, e isso sem que os dois laterais ousem se aventurar no ataque! Agora, meu amigo Joel, EU é que defendo a retranca!

Porém, mesmo com o meu topete arriado, não posso deixar de protestar. A anarquia faz parte do meu ser. E quem disso duvidou, não resistiu a uma rápida espiada no meu quarto sem vomitar na saída.

Assim sendo, inspirado pelo @alextriplex, e encorajado pelo @vinicapettini, @RenatoCroce e @BlogSerFlamengo virei o meu avatar no Twitter de ponta-cabeça em protesto ao caos na Gávea. Bem sei que uma andorinha (ainda por cima bêbada) não faz verão, mas o meu trunfo é estarmos no outono. Além disso, se o Marcos Mion e o Danilo Gentili, por exemplo, conseguem mobilizar os tuiteiros em torno de bobagens monumentais, a Nação Rubro-Negra não pode e não deve permanecer de braços cruzados vendo o barco ir a pique. Temos força, coragem e MOTIVOS para protestar contra tudo o que está errado. 

Nos blogs e redes sociais, juntem-se aos bons, aos maus, aos feios, aos bonitos, enfim, unam-se a uma verdadeira Nação, com suas virtudes e defeitos, mas principalmente com o seu amor incondicional pelo Mengão. Hoje, às 20h, virem seus avatares de ponta-cabeça, tuitem os motivos de sua revolta, e usem a tag #QueremosONossoFlamengo.

Nas palavras do @RenatoCroce:

Amigos rubro-negros,

Em resposta a tudo que está acontecendo com o Flamengo (dentro e fora de campo), chamo vocês pra um protesto simples, pacífico e que certamente terá um certo impacto. 

Numa conversa com o amigo @rubionegrao, decidimos fazer um protesto (já aderido por ele) com os nossos avatares nas redes sociais, usando-os de cabeça para baixo. O mesmo seria feito nas imagens principais dos nossos blogs, como fez inicialmente o @alextriplex no blog Flamengo Net, onde inclusive fez um texto explicando o motivo do protesto (http://www.flamengonet.blogspot.com.br/2012/05/de-cabeca-pra-baixo.html ).   

A ideia é mudarmos tudo hoje (29/05) às 20hs e divulgarmos a tag #QueremosONossoFlamengo, para que alcance visibilidade (juntamente com os avatares) e todos os rubro-negros possam expressar suas indignações com a diretoria e com todos esses shows de horrores. Se possível, cada blogueiro poderia fazer o seu próprio texto, explicando para o seu leitor que se trata de uma campanha conjunta, contendo também, claro, suas críticas sobre a situação. O texto do Alex Triplex (acima) pode ser usado como base.

O protesto acabará quando este Flamengo seguir a seriedade e o profissionalismo que o nosso Flamengo merece. E queremos o nosso Flamengo de volta. O objetivo é mostrarmos o poder da torcida do Flamengo nas redes sociais (mais uma vez) em prol do Mais Querido, protestando e cobrando seriedade e profissionalismo desta gestão.

Tudo isso é delicado, pois mexe com a estética do seu blog/perfil e protesta contra a diretoria. É uma questão de opinião, então sintam-se à vontade para não aderi-la. É uma ideia simples, onde muitos entenderão como desnecessário, mas é uma forma de todos os rubro-negros se unirem contra tudo que está acontecendo e sem esforço algum, de frente pro seu próprio computador.

Podemos virar nossos avatares e usarmos uma hashtag, só não podemos virar as costas para essa situação fora de campo, que acaba refletindo dentro. E repetindo, o foco é na diretoria, na gestão do clube. Dentro de campo vamos continuar, mais do que nunca, indo aos estádios, cantando nos 90 minutos e mostrando a força que só essa Nação linda tem.

Como disse meu amigo Rúbio Negrão: “Se uma virada de mesa salvou o Fluminense, uma virada de avatar pode fazer alguma coisa por nós”. (Retirado do Blog FlaManolos: http://flamanolos.blogspot.com/2012/05/protesto-nas-redes-sociais.html#ixzz1wHijaqzs)

Agora, cá pra nós: se der bosta, vocês não me conhecem…


Duplex Toc Zen

1 – Samba do afrodescendente deficiente mental: O treinador não pode ser demitido, e monta um time capenga. O elenco não recebe o que lhe é devido, então frita o treinador. A diretoria não faz questão de pagar o salário do “astro” do time porque ele não está jogando nada. E, para completar o quadro promissor, a torcida vira de ponta-cabeça pra ver se consegue enxergar melhor a situação.

2 – De marketing, eu entendo: Se é pra jogador de 1 milhão e 200 mil mensais ficar só batendo faltas e pênaltis, bota logo o Zico!

3 – O SEBRAE informa: A atividade informal que mais deu lucro em 2011 foi jogar com a camisa 10 do Flamengo.

4 – Anos atrás, o Apolinho disse que o time que está vencendo por diferença de dois gols não pode mais deixar o adversário jogar. Tem que esconder a bola, parar o jogo, o diabo: E contra o Inter, o Flamengo esteve nessa situação apenas DUAS VEZES!

5 – Semântica: Entregar-se AOS jogos não é entregar OS jogos.

6 – Hoje, o time do Flamengo é Love e mais dez: Mas isso só quando o Ronaldinho não joga.

7 – E Joel cada vez mais um enigma: Sendo o maior deles saber o que ali é nariz e o que é rosto.

8 – Resumo da ópera-bufa: O time do Flamengo é Love e “maus” dez.

9 – Momento tático: A solução do problema crônico do Léo Moura, a saber, insistir em fugir da linha de fundo, sempre afunilando para o meio, é deslocá-lo pra lateral esquerda.

100 – Antigamente, a Magnética gritava os 90 minutos: Hoje, grita 24/7.

11 – Atualizações astronômicas: Plutão deixou de ser planeta, e R10, de ser astro.


12 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

Pra dizer que o Flamengo não venceu em 87, só tendo nascido ontem, ou ser muito vendido. Ah, ou também um legalista de ocasião.

Pra que tanta polêmica? Não é mais simples nossos gestores pedirem pro Porcão mudar o animal da logo pra um boi ou um tigre?

Sou totalmente contra um porco estampado no manto sagrado. Já o vestindo, sou um pouco mais tolerante.

#ParaUmBrasilMelhor uma anarquia organizada, sem bagunça.

“Adoramos filmes com muitas sequências. Aí, na 4ª ou 5ª, quando mudam os atores, é que a mágica acontece.” – Phil Dunphy (Modern Family)

Acho que teria sido uma boa o Porcão no manto, porque com o apoio de uma churrascaria, o Mengão sempre teria uma gordurinha pra queimar.

Vou contar 1 piada ótima q ouvi ontem: Flamengo. Agora outra muito boa q li hoje: Flamengo. Ah, e tem aquela que vou ouvir amanhã: Flamengo.

O Corinthians é a Série B na Libertadores!

Hoje eu não queria ser vascaíno ou tricolor. Aliás, eu não queria nunca!

Cristovão: “Vida que segue. Agora é focar no vice do Brasileirão.”

No Gambá x Bacalhau, sempre vence quem cheira mal.

Sabem o que me vem à cabeça quando vejo jogador comemorar gol chupando o dedão?

Contratar R10 foi uma aposta cara, mas válida. Agora, contratar Joel foi um troço de burro, que entrou nos anais de todos os rubro-negros.

Nossos gestores precisam se decidir: ou demitem o Joel (e pagam a rescisão milionária e irresponsável) ou são rebaixados.

Ando tão amargo com o Flamengo, que quando vou dormir não vou “para os braços de Morfeu”, mas sim “encher o saco de Morfeu”.

“Uso de drogas pode deixar de ser crime.” Taí o que o Joel queria!

O Joel é como um busto: não se sabe quando, mas vai cair um dia.

O Fla não precisa de disciplinador. Precisa é de um cara que ensine os boleiros a irem pra gandaia, conseguindo jogar bem. Leia-se Renight.

No auge da irritação dos usuários com os anúncios no YouTube, eles tascam um estrelado por Anderson Silva e Steven Seagall. #IntimidaçãoNão!

“Você pode ir para o vídeo em 5s.” E VOCÊS PODEM IR PRA PQP AGORA MESMO!

E nada mais faço. Tô zerado: até meu avatar já virei de ponta-cabeça.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: