Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão

“Autoriza a Rede Globo, quer dizer, o árbitro! Tem bola rolando aqui no Pacaembu para a grande decisão entre Corinthians e Boca Juniors!”


Assim o narrador abriu os trabalhos na fatídica noite de quarta-feira passada.

“É o Brasil na Libertadores, mas também tem muita gente torcendo pelo Corinthians! São equipes tradicionalíssimas, que juntas quase que ultrapassam o número de torcedores do Flamengo!”

“O torcedor compareceu em peso a esse jogo histórico, e olha que eu nem sei se o Ronaldo se encontra no estádio! Isso porque é uma partida que pode finalmente quebrar o tabu de que a Libertadores precisa ser ganha antes do Mundial de Clubes!”

Assim começaria a Calúnia desta semana, atendendo ao pedido do comentarista Henrique do Blog da Flamengonet, que gostaria de uma edição especial em homenagem ao Boca Juniors caso este ganhasse a final da Libertadores. Pois é. Como a mídia praticamente não tocou nesse assunto, aproveito para informar aos leitores que o Corinthians venceu por 2×0, em parte graças à arbitragem desastrosa do Tite, que favoreceu descaradamente o time de Itaquera.

Sendo assim, a partir deste ponto, a Calúnia tomará outro rumo.


Vida que segue, e aí é que fede…

Já estou chafurdando nesse tema, quero aproveitá-lo como um exemplo de como clubes de futebol podem superar as mais variadas barreiras, mesmo aquelas autoimpostas.

Cenão vejemos e erremos: há muitas e muitas décadas, o Corinthians vinha lutando contra um bloqueio psicológico brabo. Apesar dos verdadeiros escretes que já vestiram seu mundialmente conhecido uniforme (afinal, quem não tem uma camiseta branca em casa?), jamais vencera uma Libertadores. Tal proeza só veio a ser conseguida agora, em 2012, no século XXI, justamente contra um bicho-papão das Américas envelhecido, careca, barrigudo, e ainda por cima com Santiago Silva no ataque. Um verdadeiro Bocaô.

O que nos leva ao Mais Querido e Mais Torcido do Brasil.


Apesar do lema “Craque o Flamengo faz em casa”, de uns anos pra cá, o rubro-negro passou a sofrer de uma fobia geralmente fatal no futebol: o medo da renovação. Aí, os meus leais detratores poderiam se perguntar, ou pior ainda, me perguntar, como posso afirmar categoricamente tratar-se de uma fobia. E eu responderia: porque o Flamengo só consegue aproveitar efetivamente juniores barangas. O garoto que não tiver futuro algum no futebol, subirá rapidamente para os profissionais, passará, sem traumas, a ser figurinha fácil no banco de reservas, isso caso não seja imediatamente efetivado na equipe titular.

Por outro lado, ai do pobre infeliz que tiver futuro! Ai do talentoso! Ai dos Thomases, dos Adryans, dos Mattheuses, dos Muralhas e dos Rafinhas! Estes demorarão a ser promovidos, a sentar no banco de reservas, a entrar nos minutos finais das partidas, a ganhar a posição já ganha aos olhos de qualquer um que entenda de futebol!

No Flamengo atual, a molecada perderá a juventude sendo escalada fora de posição, abraçada à bandeira de corner, e ainda tendo que voltar pra cobrir os laterais.

Mas ter um treinador que não saca de futebol não é privilégio nosso. Creio que 85% dos grandes clubes brasileiros partilham do nosso fado, o que significa, desgraçadamente, que muitas das nossas opções de técnicos no mercado não necessariamente resultarão num upgrade no panorama atual.


O que me levar a afirmar que de nada adiantará substituir um lazarento por um Lazaroni.


Duplex Toc Zen

1 – Não entendo a razão da euforia da torcida e mídia corintiana: O Corinthians perdeu o título de único time do mundo a ser campeão mundial sem precisar de Libertadores nem Champions League.

2 – Parei com Libertadores: Quando times da segunda divisão começam a vencê-la, pra mim perdeu o valor.

3 – O Buster “Cara de Pedra” Keaton do Futebol: Antes da partida contra o Corinthians, Riquelme confidenciou a amigos que caso fosse campeão da Libertadores, daria um sorriso.  Sim! Um sorriso! Mas de apenas 3 segundos, e sem fotógrafos na sala.

4 – Aliás: Acho importante a vinda do Riquelme pro Flamengo pra dar uma alegrada no ambiente.

5 – Riquelme é lento?: Perfeito. Vai se encaixar rapidão no time.

6 – “Joel se anima com volta de Léo Moura: ‘Nossa comida vai ficar mais temperadinha’”: Acho que ele tá confundindo “Léo Moura” com “salmoura”.

7 – O cara é uma tremenda baranga quando… 1: Não pega nem banco, mesmo sendo o xodó do treinador.

8 – O cara é uma tremenda baranga quando… 2: Recebe salário de um clube, mas joga em outro.

9 – “Bruno e Macarrão tinham um caso” 1: Como diria o Cebolinha, uma paixão “al dente”.

24 – “Bruno e Macarrão tinham um caso” 2: Alguém aí era chegado a um penne durum com ovos.


11 – “Bruno e Macarrão tinham um caso” 3: Taí! Eu sempre soube que ele era um goleiro que se saía melhor debaixo dos paus.

12 – O que Joel se esqueceu de dizer: “Como o mando de campo era do Fluminense, perdemos 3 pontos fora de casa. E a comidinha tá deliciosa.”

13 – Ao contrário do que dizem, o Joel enxerga o jogo muito bem: O que ele não enxerga muito bem é o próprio dedão do pé.

14 – Decifra-me ou barro-te: Por que certos treinadores colocam pra jogar com a maior naturalidade ex-juniores em posições vitais, como a zaga e o gol, enquanto em funções menos dramáticas, como o ataque, preferem veteranos inoperantes?

15 – O time titular do Flamengo é Love e mais dez: Dez… abusados, dez… atentos, dez… preparados, dez… ajeitados, dez… bragados, dez… animados, dez… venturados, dez… leixados, dez… contentes, dez… orientados, e o Adryan no segundo tempo.

16 – O Mengão não tem time: Tem meme.

17 – Trocadilho infame da semana: Espero que o Cáceres não seja chave de cadeia.

18 – Cantinho da gramática: “Sheik”, em português, é “xeque”, com “x”. Mas se for careca e tiver canela de vidro, passa a ser escrito com “ch”.

19 – Já trouxemos o Bottinelli errado, e agora  vamos errar novamente: O Riquelme que está batendo um bolão é a Larissa.


20 – Como veio pro Botafogo, será “Sidorf”: Se tivesse vindo pro Fluminense, “Cedorf”.


21 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao):

O legal de ser corintiano é que basta comprar uma camiseta Hering branca de 19,90, e pronto: TÁ UNIFORMIZADO.

O juiz deve ser exorcista, porque o jogo tá amarrado.

Há 1 movimento muito forte na mídia internacional pra que caso vença a Libertadores o Corinthians seja promovido de  Small para Medium team.

Se o Boca perder esse jogo merece mudar de nome pra Boboca.

COMO ASSIM NÃO DÁ PRA FAZER A LEITURA LABIAL DO BOCA?

Por que o Corinthians não pode ganhar uma Libertadores se Vasco, Grêmio e Palmeiras também têm? É A SÉRIE B NA FITA, MANO!

Dilma aliviada porque amanhã será feriado somente em São Paulo. Fosse o Flamengo, seria feriado nacional.

Torcer pelo Botafogo é como abrir uma conta no Twitter, e de 1910 pra cá só ter arrumado uns 8 seguidores.

Com Seedorf, o Botafogo planeja ganhar o mundo, agora que já sabe chororar em holandês.

O filho do Bebeto no campo, e o filho da P*%#ta no banco.

Legal, tinha que ter “Fla x Flu dos 100 anos” todo ano.

Joel e Abel disputando o “Fla x Flu do 100 Quilos.”

Alguém aí sabe quanto acabou esse Fla x Flu que o Galvão tá transmitindo?

Perdemos o Fla x Flu num detalhe. Um detalhe de mais de 120 quilos.

Parei com Joel! De novo, porque eu já tinha parado há uns 3 meses.

Depois de mais uma porrada, estou estranhando a minha calma. Agora sei como um botafoguense se sente.

O Joel tá mais perdido que o próprio umbigo na sua barriga.

No Fla x Flu de hoje, o placar magro não fez jus aos colossais Joelão e Abelão.


O Galvão Bueno é bem didático, né? #Que Saaaaaaaaco!

Como insider profundo do Flamengo, cravo seco: Riquelme aceita ir para a Gávea contanto que não precise sorrir na apresentação à torcida.

“Morador de rua acha R$ 20 mil e entrega à polícia.” Podia se candidatar a um cargo público, mas já demonstrou que não serve pra político.

Se o Kleberson jogar contra nós no domingo, com parte do salário paga pelo Flamengo, a diretoria finalmente atingirá o olimpo da boçalidade.

Resumindo o estilo do Cáceres: sin excusas ni da las gracias.

Cruzeiro pretende juntar Montillo e Riquelme? Time mais risonho do mundo.

O time do Mengão até fica girando bem a bola na frente da área adversária, mas na hora H falta o Ronaldinho pra rifar a bola lá pra dentro.

Se tiver que escolher, Riquelme certamente optará pelo Flamengo, a melhor Boca do Brasil.

“Técnico de Sonnen diz que joelhada de Spider foi ilegal.” Pra quem achava que o vice Sonnen tinha o perfil do Vasco, olha o Fogão aí,gente!

“Bruno e Macarrão teriam um caso?” Pra um atleta cuja função é proteger a retaguarda, o Bruno está se mostrando uma decepção.

E nada mais faço. Que nem o Diego Maurício.
Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: