43 Comentários

EDITORIAL

O torcedor rubro-negro comprometido com o bem-estar do Flamengo tem, diante de si, duas oportunidades concretas de fazer ouvir sua voz: em dezembro elege-se o Presidente do Clube para o próximo triênio, num pleito infelizmente restrito a umas poucas centenas de sócios; a 7 de outubro, no entanto, a atual presidente Patrícia Amorim busca renovar o mandato de vereadora com que o povo do Rio de Janeiro vem honrando-a desde 2000.

 

Este veículo nunca teve por missão recomendar ou desestimular o voto em candidatos a um ou outro cargo, por propor-se a expressar ampla diversidade de pontos de vista de pessoas unidas apenas em sua paixão incondicional pelo Flamengo. Por outro lado, nunca deixou que essa opção pela diversidade se traduzisse em tibieza diante de uma gestão que, a olhos vistos, se vai revelando catastrófica para o Flamengo, para seu compromisso histórico com a grandeza, para sua supremacia sobre todos os demais clubes de futebol brasileiro.

 

Há dois anos e oito meses na presidência do clube, Patricia Amorim acumula uma sucessão de fracassos incomparável em 117 anos da história rubro-negra. Seria ocioso enumerar aqui os incontáveis vexames que seu Flamengo protagonizou. Basta constatar que, ao assumir, ela recebeu de seus antecessores um clube hexacampeão do Brasil, absolutamente hegemônico no Rio de Janeiro, e uma torcida mobilizada como não se via há duas décadas. Hoje, penamos com o que talvez seja o pior time da história rubro-negra, lutando contra o rebaixamento pela segunda vez em três anos. Que não se esqueçam as duas eliminações vexatórias da Libertadores, uma delas na primeira fase. Que não se esqueçam o fracasso estrepitoso do investimento em Ronaldinho, os negócios nunca suficientemente explicados que hoje comprometem gravemente o patrimônio do clube (dos quais Ronaldinho e Traffic constituem apenas o exemplo mais eloqüente), as alianças políticas espúrias, a leviandade com que se descumpriu a palavra empenhada (a Olympikus e Deivid que o digam), a atitude covarde assumida com Andrade e, acima de tudo, Zico. Que não se esqueça a desfaçatez com que a própria Patricia Amorim buscou restar importância a todos esses vexames, assinalando que, em contrapartida, os parquinhos da sede nunca estiveram tão bem cuidados.

 

Como se não bastasse nada disso, na última semana veio a público o que há muito se comentava à boca pequena na Gávea, e que a nosso juízo constitui motivo bastante para que a Srª. Patricia Filler Amorim nunca mais venha a exercer qualquer cargo público: a notícia comprovada de que a vereadora nomeou, para cargos em comissão, remunerados com dinheiro público, a própria mãe, a irmã, o marido tricolor e ninguém menos que o titular do Conselho encarregado de fiscalizá-la: o Sr. Leonardo Ribeiro, vulgo Capitão Léo, que — agora se constata — no mínimo contou com o beneplácito presidencial quando resolveu arrastar o nome do Zico na lama.

 

Este veículo não pretende, porque não poderia fazê-lo sem ferir seu compromisso com a diversidade de opiniões, endossar quaisquer dos candidatos à presidência do Flamengo. Diante, no entanto, de tudo o que precede, sente-se plenamente autorizado a recomendar a seus leitores que não votem em Patricia Amorim, seja para Presidente do Flamengo, seja para vereadora. É hora de pôr um fim à carreira de quem, há doze anos, não faz mais do que usar o nome do Flamengo em benefício próprio, sem acrescer em nada a grandeza do clube nesse processo.

Campanha Flamengo de Verdade não vota em Patricia Amorim

Ajude a espalhar esta imagem pelas redes sociais

 

Anúncios

Sobre flamengonet

jornalista

43 comentários em “EDITORIAL

  1. aplausos de pé. Não poderia esperar nada de diferente do FLAMENGONET.

  2. Eu queria saber o que é ser Flamengo de verdade…

    • Hoje é não votar na Patrícia pra começar…

    • É respeitar seus ídolos, a história do clube, a torcida, o futebol.

      É respeitar o nome do Clube de Regatas do Flamengo, é entender que ser presidente do Flamengo é muito mais do que pintar paredes e trocar o escorrega do parquinho, é muito mais do que retirar o entulho de um canto da sede.

      Ser Flamengo é entender o tamanho do clube.

      Nada disso pode ser usado como sendo um característica da AINDA, mas não por muito tempo, presidente do Clube de Regatas do Flamengo.

      Vou além:não consigo achar muitos argumentos, fora o interesse PESSOAL, para alguém defender a continuidade de um mandato desastroso, tragicômico, que faz do exercício de chacotear o Flamengo o passatempo do Brasil não rubro negro nos últimos 32 longos e infindáveis meses.

  3. Parabens pelo texto e ja comecei a divulgar a imagem citada. Abraços !

  4. É isso aí.

    Aqui no no muro do prédio onde moro, do lado de fora colocaram a porra de um cartaz com propaganda dessa vaca.

    Espero que o cidadão carioca rubro-negro ainda tenha um pouco de dignidade e não vote nessa pilantra, nem no Paes e nem na turma do Cabral.

      • Ahahah!!!

        Ótima ideia, mas infelizmente não vai dar por estar num local meio inacessível, cercado de mato, mosquito e bosta de gato :mrgreen:

        Ou seja, ela tem a compania que merece 😆

        Outro que precisa parar de associar a imagem do Flamengo a sua campanha é o Marcos Bras.

        O cara de pau ultiliza as cores do clube como cenário de fundo sem o menor pudor.

  5. Flamengonet se posicionando. Ótimo.

    Triste é ver outros coletivos de torcedores abrindo mão disso.

  6. Dúvida: se o Thomás e o Negueba eram o problema, o Leo Moura e o Ibson vão jogar o que não jogam há dois anos sem eles?

    Só pra saber.

  7. Tava vendo essa pesquisa recente sobre números de torcida, feita por um instituto confiável e não “manipulável” como uns e outros por aí, elegendo a magnética como maior do mundo. Algo que qaulquer rubro-negro que se preze sabe desde berço.

    Mas é foda, um clube com 40M de torcedores nesse mundo ser pessimamente administrado e roubado diariamente por elementos que se enraizaram como erva daninha nessa estrutura arcaica do Flamengo.

    Muito ódio dessa gente, se tivesse o poder de punir e eliminar um por um do clube eu o faria sem pensar duas vezes.

  8. Tenho lido muitas críticas em relação aos jogadores da base do Flamengo.

    São vagabundos, não jogam nada, não tem futuro, mimados, etc.

    Bem, não tenho o dom de ver o amanhã.Pode ser que essas críticas estejam certas, pode ser que não.

    Mas acho que o torcedor precisa entender esse processo de renovação de maneira mais inteligente.

    Renovar com a base não é simplesmente tirar os veteranos para dar lugar aos jovens e dizer:vence na vida, meu filho.

    É muito mais do que isso, é um exercício de fé e paciência.

    Fé que eles vão virar bons jogadores e paciência até que isso aconteça.

    Ninguém disse que ia ser fácil.

    Dia desses li um comentário sobre o Tomas (que está devendo mesmo), dizendo que o cara tá no profissional tem um ano e não faz gols ou dá assistências e, assim, só pode ser bonde, certo?

    Vejamos esse exemplo:

    Estreou no Fla no profissional com 19 anos.Demorou 29 jogos, ou 1 ano e nove meses, para fazer seu primeiro gol em jogos oficiais (antes fez 3 em amistosos contra combinados do interior).

    Em mais de 130 jogos com a camisa do Flamengo fez menos de 10 gols contra adversários de primeira divisão nacional.

    ZERO gols em clássicos.

    Meia atacante.

    Horrível, certo?

    O jogador era o Djalminha, talvez a maior revelação do Flamengo desde a geração Zico.

    Com esses moleques, tem um dia que dá um click, e tudo o que eles pareciam não entender antes fica fácil, o futebol aparece e eles mostram quem são.

    A pergunta é:vamos esperar a hora do clique (que muitas vezes não vem nunca) ou vamos enterrar os caras com 20, 30 jogos, muitos dos quais vindo do banco?

    Tem um Edu Lima no forno esperando para ser trocado por Tomás, Adryan, etc.

    • Eu prefiro afastar AGORA Ibson, LM e outros que já deram o que tinham que dar e apostar em quem quer o lugar ao sol. Tá mascarado? Tá perdendo a linha na night? Ótimo. Vai aprender a se regular rapidinho quando tiver mais responsabilidade.

      O caso do Djalminha é igualzinho. O Renato Gaúcho soltou os abutres nele, o cara saiu pela porta dos fundos e ninguém aqui se conforma. Se o clube multasse os dois, botasse o Djalminha fora do banco por um tempo e depois pusesse de volta, estava tudo resolvido.

      • Sim, claro.

        Mas o Djalminha saiu não só por ser complicado, mas por que não vinha jogando bem, tinha pinta de promessa que não ia vingar.

        O Flamengo se precipitou e perdeu sua maior revelação nos últimos 25, 30 anos.

        O clube precisa dar uma chance justa dos moleques virarem jogadores ou não.

        O Wellinton, por exemplo.Se o Flamengo vender ano que vem e o cara virar o Beckenbauer, não dá pra culpar o clube, quem tem dado todoas as oportunidades do malandro se encontrar, se não rolar é por que não era pra ser, por que o jogador é ruim, etc.

        Tem que ser assim com todos.

        obs:Wellinton está jogando regularmente tem 2 anos, e faz parte do profissional desde 2008.

        É isso o que todos os outros precisam receber de chances, claro, alguns não vão ter oportunidade , mas em geral tem que ser assim.

        • Bom exemplo esse do Djalminha, o próprio Zico levou três anos pra se firmar (se bem que a época era diferente).

          O que está acontecendo mostra mais uma vez o equívoco dessa preparação, não tem planejamento, não tem porra nenhuma. Esses garotos já deviam estar jogando desde o Estadual, no Brasileiro só se deveria efetivar quem já estivesse pronto, ou no máximo ir dando jogo a um ou a outro em um joguinho periférico e já decidido.

          Agora lenhô, porque com o time pressionado dificilmente garoto vai resolver alguma coisa, seja o pica das galáxias ou pereba. Agora o que DEVERIA estar acontecendo é os caras mais rodados estarem assumindo a bronca e segurando a onda, mas fica difícil quando alguns deles são parte do problema.

          É interessante lembrar o caso do Fluminense de 2009, que só não foi rebaixado porque, quando tudo já estava perdido (os tais 95%), ligaram o foda-se, barraram alguns medalhões (não todos) e colocaram um monte de menino pra jogar. E a coisa deu certo.

          • Melo, ótimo exemplo o do Flor.
            Aquela foi a decisão mais acertada da carreira do Cuca.
            Reviveu sua carreira, reviveu o flor clube, a torcida, enfim, foi de uma felicidade ímpar.
            O Flor deve muito ao Cuca.

            • bcb, se bem que algumas mentes mais maldosas dizem que aquelas mudanças não partiram propriamente do Cuca, que na verdade ele foi “aconselhado” a fazê-las.

              Aliás, o primeiro a ser afastado foi o Luis Alberto, desafeto declarado do Fred. Fred, aliás, que “milagrosamente” parou de se contundir e começou a jogar todas as partidas.

    • O que tenho visto por aqui é uma parte reclamando do Léo Moura e do Ibson, e os defensores destes 2, atacam os meninos, porque não conseguem argumentos para defender o momento ruim do Ibson e os 2 anos sem futebol do Léo Moura.

      Como se tivesse algum menino da base que ameaçasse o Léo Moura. A vaga do Ibson até pode ser ameaçada, a final, ele não vinha jogando e o time vinha bem melhor do que está.

      Eu acho que o esquema anterior do Dj até estava legal, por que tinha uma organização, porém a garotada, no caso Negueba e Thomas, não estavam dando conta lá na frente. Era pra ter mudado essas peças e não toda uma maneira de jogar.

      Boa parte dos que reclamam dos garotos hoje, ano passado estava levantando faixa para eles serem titulares, escrachando o treinador que não valorizava a base, e bla-bla-bla.

  9. Boa noite a todos,

    Post brilhante devidamente compartilhado.

    Tá foda entrar, essa página nova é bloqueada pra mim de dia. Mas vamos lá.

    O Neo Keanu Reeves Al Pacino do capeta mais cedo dizia não ter preocupação com o rebaixamento, porque a lógica, ou a matemática, parecem estar do nosso lado, um argumento procedente e consistente.

    Se for me basear nisso, também não é preocupante a coisa. Problema é o potencial de colapso que anda rondando a Gávea. A gestão dessa mulher conseguiu desmobilizar a raiz da essência flamenga a um nível assustador. Só me lembro de ter visto algo parecido com esse marasmo no final da gestão do Veloso.

    O potencial da gestão dessa mulher é destruidor. Não a subestimem.

    Agora essa história da OLK, cuja rescisão vai ser forçada por conta de um adiantamento que parece que conseguiram arrancar da Adidas, se fecharem o contrato. Tudo porque o maridinho tricolete não foi atendido pela OLK em um capricho seu.

    Não subestimem essa mulher e seu séquito. Não subestimem seu potencial de gerar terra arrasada.

  10. Será que a imbecilidade e o ego vão dar as caras novamente, como em 2009?

    Lance:

    A eleição do Flamengo poderá ganhar mais um candidato. Delair Dumbrosck, vice presidente no triênio 2006-2009, mas que assumiu a presidência depois do afastamento Márcio Braga, cogita disputar o pleito e tomará uma decisão sobre isso nos próximos dias.

    – Comprei a listagem no Flamengo porque sei que uma eleição no clube é trabalhosa. Muita gente tem me ligado porque não estão suportando o clube da maneira que se encontra e por causa dos candidatos que apareceram. Farei uma avaliação. Temos até o dia 30 – explicou ao LANCENET! Delair.

    Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/flamengo/Delair-Dumbrosck-candidato-presidencia-Flamengo_0_772122947.html#ixzz26CvP8dKU
    © 1997-2012 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

    obs:tem uma entrevista do Kléber Leite (com dedicatória para o Daniel Oliveira) no Magia Rubro Negra bem interessante, falando bastante de eleições.

    • Acho que metade aí desiste. Estão valorizando o passe.

      • É possível, mas esse emaranhado de nomes só atrapalha a oposição, né?

        E ajuda a Patrícia.

        Todos esses caras querem uma boquinha na chapa do wallim ou mesmo na da Patrícia.

        Flamengo passa longe.

        • Fato, bcb. É a isso que me refiro quando falo em “valorizar o passe”. É conseguir algum tipo de “composição” na chapa vitoriosa.

          Foda.

    • Só pode ser brincadeira.

      As vezes penso que estas notícias nem sempre são verdadeiras e sempre possuem intuitos políticos.

      Em ano eleitoral não duvido de nada.

  11. Texto brilhante.

    Quem é Flamengo de verdade não vota nesta mulher.

  12. nao é hoje que tem a calunia do rubiao?

  13. Aplausos. De maneira equilibrada resume o sentimento da nação. Quanto ao time, é apoio irrestrito.

  14. E esta moça da foto já disse que elege quem quiser para presidente do Flamengo…

  15. ô Melo,

    esclarece melhor esse negócio aí que vc falou da Adidas/OLK?
    Adiantamento?
    Capricho tricolete?

    • Max, o marido-tricolete queria que o Flamengo assinasse um contrato de franquias para a instalação de lojas oficiais com uma empresa, que por “coincidência” é dele. A OLK, que tem essa prerrogativa, obviamente vetou, e desde então o cara ficou putinho e tenta tirar a empresa do Flamengo. Mais detalhes:

      http://m.esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/04/17/flamengo-pede-ajuda-a-olympikus-para-pagar-r10-escuta-nao-e-ja-negocia-com-adidas.htm

      Sobre o adiantamento, já anda saindo aqui e ali que a Adidas vai adiantar 24 milhões já esse ano, caso o início do contrato seja mesmo antecipado para 2013. São rumores, mas tem lógica, pois se o contrato já inicia por agora o clube tem que receber alguma coisa.

      E isso é uma das coisas. O que se tem visto é uma busca insana por adiantamentos e entrada imediata de recursos, pra já, pra agora, pra esse ano. Claro que “com a melhor das intenções”, equilibrar as finanças, evidente…

      • eu acho que esse é o principal critério para a escolha da Adidas: dá para rolar um adiantamento agora.
        Aliás, essa é outra operação lesiva aos cofres do Fla: Se a Adidas entrasse em 2015, ou seja, se a OLK fosse até o final normal do contrato e fosse substituída pelos Alemão, a diferença seria de 8 milhões ano no primeiro ano, sem contar os possíveis reajustes futuros, né?
        Só que, antecipando a mudança, já se começa com um prejuízo: o Flamengo, SEM A MENOR NECESSIDADE, vai pagar 35 milhões de multa rescisória para a OLK (na verdade, vai criar a dívida, pagar é outra história) só para receber um adiantamento de 24 milhões da Adidas.
        Cara, essa diretoria é um cancer!…

  16. Desculpem o OFTOPIC: Por acaso a diretoria da Flamengonet vai continuar com o blog assim?? sair do blogger e vir para wordpress gratuito é retrocesso em termos de ferramentas e material.
    Google ganha disparadamente.

    WordPress é maravilhosamente quando se tem um domínio proprio, aí sim as coisas mudam e a quantidade de recursos (plugins) superam a do blogger.
    Realmente não consigo entender uma mudança onde se perde a maior identidade do blog: bate-papo e o debate!
    muito triste 😦

    Sim temos replies, temos o “gostei” e “desgotei”, temos moderação, mesmo assim é muito pouco e limitado e lento e tedioso.

    Quero entender que mudaram tudo por alguma coisa e com planejamento pra fazer algo melhor.
    😦
    😦

  17. Boa noite a todos.

    Parabéns à Flamengonet.

    Voto de rubro-negro vale muito para ser desperdiçado com quem não merece.

    Todo amor ao Mengo.

    E nenhum voto para Patricia Amorim.

    SRN!

  18. Eu acho impressionante essa insistência diária de que a melhor opção possível hoje, a MELHOR entre todas, a mais indicada, aquela que mais vai trazer benefícios ao Flamengo, é afastar o Léo Moura, o Ibson, o Ramon, o Renato e mais uns 3 “medalhões paneleiros” e entupir o time com garotos de 17-18 anos.

    Traduzindo os pedidos diários, o time IDEAL hoje, aquele que mais inspira confiança, é algo próximo de: Felipe, Wellinton Silva, Wellinton, Gonzalez, Magal; Cáceres, Muralha, Luiz Antonio; Negueba, Love e Thomás.

    É isso mesmo? Me respondam com sinceridade: alguém lê essa escalação e pensa que vai ser molezinha alcançar os 45 pontos? Se alguém me disser que sim eu não toco mais no assunto.

    Outro papo também muito repetido é o de “ah, tem que mandar embora pra achar um titular ano que vem”. Como assim, filhão? Temos que cair na real. Não tem essa de “ano que vem”. Não tem trabalho pro ano que vem. Em 2013 o trabalho vai começar do zero, isso já está estabelecido desde o dia 7/12/2009. A única dúvida é se vai ser na série A ou na série B. Essa mistura de guerra política com time lotado de jogadores medíocres lembra o Corinthians 2007 e o Vasco 2008. Se não abrir o olho vai cair. Estamos a 6 pontos da zona do rebaixamento. Bastam duas rodadas ruins, só duas.

    Eu sou a favor de dar chances pro garotos. Puxa dos juniores, bota pra treinar, dá alguns minutos de jogo, dependendo do desempenho e do momento vai ganhando a posição.

    Vejam bem as palavras-chave: DESEMPENHO e MOMENTO. Hoje não tem um garoto apresentando um desempenho mais ou menos e o momento é o pior possível. A pior coisa que pode acontecer é continuar insistindo. Vai incinerar logo a safra inteira.

    Apesar de ter uns dois garotos ali que eu não sou nem um pouco fã, entre eles o lendário Thomás, não peço a saída deles. Só não vejo cabimento em botar esses caras hoje no time titular. Não vejo sentido em escalar Mattheus contra o Santos na Vila Belmiro ou Fracuhes contra o Coritiba no Couto Pereira.

    Bota pra jogar no Carioca 2013 ou depois que o time se garantir na série A. Mas agora, sob pressão, precisando de resultado, a tendência é dar merda.

    • Eu vejo essa escalação e eu acho que todo mundo vai correr, ninguém vai derrubar o técnico e a torcida vai apoiar porque vai saber exatamente que tipo de coisa isso pode alcançar.

      Devolvendo a reflexão: eu acho impressionante essa insistência diária com dois jogadores (Ibson e LM) que há dois anos não tem cinco atuações que possam entrar no rol de suas melhores fases, enganam em campo e um deles já derrubou um técnico esse ano.

      Mas vocês devem ficar felizes quando o Renato Gaúcho vier treinar o Flamengo. O bonde manda. O Thomás, por exemplo, saiu do time. E aí? O Léo Moura melhorou? O Ibson voltou a jogar bola? Pois é.

      Também queria saber porque o Ramon é sempre citado como disparadamente melhor que o Magal. Os dois são merdas.

      Em tempo: eu não peço mais o LM fora do time. Mas não entendo porque ele nunca é substituído. O Ibson eu nem relacionaria.

  19. O Wellinton melhorou bastante. O Luiz Antônio jogava bem até.. Seu Ibson voltar. Mas isso tudo é coincidência mesmo. A culpa era do Negueba.

  20. POSTO NOVO!!!!!!!!

    Os veteranos são a base do time em praticamente qualquer lugar.

    Se o time vai mal a responsabilidade principal é deles que no caso do Flamengo não estão jogando porra nenhuma.

    Isso nem opinião é, é um fato.

    Então, a idéia de aumentar a participação dos jovens, que em tese é um erro e não costuma funcionar, só dá a medida do desespero em razão dos jogadores com carreiras estabelecidas não estarem dando conta do recado.

    Quantos jogos perdemos por causa do Seu Ibson, do seu LM, do seu Renato pré Dorival e assim por diante?

    Esse assunto é igual ao cara que comeu uma feijoada, passou mal e coloca a culpa, sei lá, na salda de alface.

    Só pra ficar claro:a feijoada são os veteranos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: