28 Comentários

Tem, mas acabou.

O Flamengo conseguiu vencer o não-todo-poderoso-assim Náutico, lá nos Aflitos, com gol de pênalti discutível. Mais três pontinhos que, enfim, fazem os matemáticos pararem de vez de encher o saco com esse papo de rebaixamento. Nem vale à pena discutir mais uma partida meia-boca do time, né? Haja saco ainda para aturar esta equipe capenga que nos decepcionou o longo do ano. De bom mesmo, apenas a revelação do garoto Felipe Dias, as defesas milagrosas de Paulo Victor e mais um golzinho de Renato Abreu (o salvador?) que, talvez, lhe renda mais anos de contrato…

O campeonato já acabou, o caneco ficou merecidamente com o flor, mas o Flamengo ainda vai ter que cumprir tabela contra Palmeiras, Vice e Buátafogo. Uma espécie de mini-torneio contra times de segunda divisão. Qual a motivação para isso? Tirando a possibilidade de pôr a pá de cal nos porcos e a rivalidade regional, nenhuma. Ah não, tem a Sul Americana aí. Iúúúpie! Mas tem muito rubro-negro que nem se liga nisso, pois está focado na grande disputa “terminar na frente do bacalhau”. Prêmio de consolação ou combustível para zoação? Bom, eu não consigo fazer chacota com torcedor alheio, enquanto o meu time for a verdadeira piada.

Flamengo com uma campanha vergonhosa, reflexo de sua gestão. Mas e aí, vai rolar planejamento? Ainda não. Talvez, só após o dia 3 de dezembro. Isso se o resultado da eleição não favorecer apenas aos frequentadores do parquinho e da piscina. Senão, será novamente um triênio na base do São-Judas-Nos-Acuda e a continuação do projeto  “Apequenar o Flamengo”. Tem time grande que não precisa ser rebaixado para ficar minúsculo.

#ReageNasUrnasFlamengo

Bruno Cazonatti
@cazonatti

Anúncios

Sobre Bruno Cazonatti

Eu sou tudo aquilo que você leva de mim.

28 comentários em “Tem, mas acabou.

  1. Com toda a bagunça e incompetência, aliado ao demérito alheio, conseguimos a façanha de ficar na 1ª divisão. E o risco existiu sim, na minha opinião. Fizemos por merecer em diversos momentos.

    Mas, enfim, acabou essa porcaria. E esse dia era esperado desde a bendita pré-temporada, já conturbada e minada de todas as formas. Alí já tínhamos o indício de como seria o ano, e não deu outra. Foi um martírio acompanhar esse time. Estafante.

    Minha expectativa agora é repetir o parágrafo acima com a administração. Dizer um “enfim acabou essa merda” pra Dona Patrícia e cia. E que esperava por isso desde o dia pós-Hexa, que selou a infeliz eleição desta senhora.

    Só que, ainda no assunto, gostaria de saber dos amigos que estão melhor informados, que tem mais contato com a chapa azul ou até que fazem parte dela: como está a situação? De fora, pelas notícias, parece que essa impugnação do Wallim desestruturou muita coisa. Que dispersou ainda mais a já fragmentada oposição. Repito, é uma visão de um leigo, de quem infelizmente está de fora. Se alguém souber infomar melhor, agradeço.

    • Jonas, foi uma safadeza desesperada de quem está vendo reais chances de perder a eleição. Na minha opinião, acho que a atual dupla, de presidente e vice, melhor do que a anterior, pois eu nunca havia ouvido falar em Wallim, porém passei a conhecer a sua carreia após a sua candidatura.

      Agora, com novos nomes, a chapa azul continua com os mesmos apoios e tem gente de nomes mais conhecido, como o Areias. Em fim, foi um tiro no pé, pois expos ainda mais a chapa e mostrou que todos que a compõe são parelhos e os seus substitutos são a altura ou até melhor.

      Se o Conselho não tiver como trapacear mais e efetivar a chapa, não terá como a patética vencer. A administração dela se resume a uma palavra: Desastre.

      • Duvido muito, mas nada é impossível. Até porque tinha gente apoiando ali que não queria ver nunca mais.

        O problema é que quem acompanhou essa impugnação viu que o pedido partiu desse Jorge Rodrigues, ou seja, jogou sujo.

        Quem não vota em P. Amorim por achá-la suja também não votará em um cara que foge da luta e dá rasteiras nos bastidores,

  2. 3 de dezembro: dia da grande decisão que selará nosso destino pelos próximos 3 anos. Dia dos sócios flamenguistas de bem e que pensam no bem do Flamengo botarem Paty Piscina e sua curriola pra fora da Gávea.

  3. Eu proponho uma campanha para os administradores dos blogs sobre o Flamengo. Próximo jogo do Flamengo poderíamos todos os torcedores para o Engenhão para o dia “Basta à Patrícia Amorim”. Sera uma forma da imprensa ver a nossa indignação com a péssima direção. O que acham?

  4. uma breve retrospectiva da Presidente.

  5. Bom dia a todos…

    Claro que o risco houve e sempre neste ano de a gente cair para segunda divisao. Mas aos trancos e barrancos e com muita sorte sem falar nos nossos dois goleiros que somaram mais pontos neste campeonato do que o resto do time nos nos salvamos e podemos dizer gracas a Deus…

    Do time atual poucos se salvam. Eu fico com os dois goleiros, Wellington Silva, Amaral, mais um ano com Renato Abreu e Vagner Love que foi muito mal mas ainda tem alguns creditos. Daria ainda uma chance para o Renato Santos, Gonzales, Caceres, Hernane e Wellington Bruno. O resto seria com contratacoes (Cicinho da Ponte Preta, Cleber da Ponte Preta, Marcelo do Atletico PR, Manoel do Atletico PR, Lucca do Circiuma e outros que ainda darei seus nomes aqui) e subida dos jogadores das categorias de base e aproveitamento de outros que ja subiram como Adryan, Mattheus, Nixon, Frauches, Thomas…

    E que dia 3 de dezembro a Chapa Azul venca a eleicao. E ai meus caros Tiago Cordeiro e Rafael Mengao o que nos podemos fazer mais pela Chapa Azul. To aqui a disposicao de vcs…

  6. Não entendi a ressurreição do P Sérgio. Foi uma chance para observação? Esse rapaz não deveria nem mais estar na Gávea. Cadê o Nixon? Gostei do F Dias. Tem futuro.

    • Essa do PS também não entendi, lamentável é que ao que tudo indica é que DJ é totalmente maleável (submisso?) a forças “externas”.

  7. http://globoesporte.globo.com/platb/olharcronicoesportivo/2012/11/11/fluminense-avanca-fora-de-campo/

    É assim que se comanda um Clube. Um programa simples de se implantar com uma filosofia simples e que trara ,muita grana ao Clube e o melhor democratizara um Clube que ate hoje se mostrou totalmente elitizado. Assim é o programa socio-torcedor de qualquer Clube. Eles ja tem a ajuda de um grande patrocinador e agora com ajuda tambem de seus trocedores espalhados por este Pais afora irao muito longe. Ja mostram muito neste campeonato e tem tudo para seguirem em frente ganhando mais titulos importantes ainda…

    Se eles pensam em ter 100 mil socios torcedores imagine o Flamengo que tem um Torcida 10 vezes maior do que a deles. Nao precisa cobrar 29,90 reais por mes aos torcedores flamenguistas que moram fora da cidade do Rio de Janeiro (a mais de 100km) como vai fazer o Fluminenese mas sim um valor em torno de 20 reais mensais e mantendo todos os beneficios (e mais alguns) que o Fluminense ta oferecendo inclusive o de votar para Presidente do Clube com 2 anos ininterruptos de vida associativa. O programa lancado (ou a ser lancado) pelo Fluminense é apenas um comeco para o Flamengo que ao passar dos tempos vai se amoldando aos nossos torcedores (necessidades, perspectivas, etc). A unica certeza que eu tenho é que lancado num futuro bem proximo o C.R.Flamengo vai contar com mais de 1 milhao de socios. Agora é preciso ter gente la na Gavea que entenda muito bem do oficio senao nem adianta lancar. Como esses dirigentes que temos hoje é melhor esquecer…

  8. Também gostei do F. Dias, tem personalidade e para mim jogou bem melhor que Ramon vem jogando. Também gostei do Renato e Amaral, este último vem se firmando a cada jogo. PV, dispensa comentários, excelente e praticamente, mais uma vez, nos livrou de um resultado adverso.

  9. Não sei se postarem, mas gostei do comentário do RMP:

    Vale-tudo

    Não há como deixar de considerar golpe o que aconteceu na sexta-feira à noite no Conselho de Administração do Flamengo, na Gávea.

    À fria luz do estatuto do clube, nenhuma das três chapas que corriam riscos de impugnação poderia ter sido validadas. Nem a de Patrícia Amorim, que até hoje não teve aprovadas as contas de 2011, nem a de Jorge Rodrigues, que, através de sua empresa (Triunfo), é patrocinador do time de futebol, nem a de Wallim Vasconcelos, que não tem cinco anos consecutivos de vida associativa desde que voltou a ser sócio.

    As três chapas, contudo, já tinham sido analisadas e aprovadas nas comissões jurídica e eleitoral do Flamengo. O correto, portanto, seria que fossem aceitas no Conselho de Administração e disputassem, nas urnas, a presidência no triênio de 2013 a 2015.

    Mas aí houve o golpe. As chapas de Patrícia e Jorge foram aprovadas, sem sustos (não custa lembrar, foi a atual diretoria quem indiciou 48 dos 100 membros do conselho)e as candidaturas de Wallim e Rodolfo Landim, impugnadas.

    Por que? Pelo simples fato de que Wallim era visto como a maior ameaça à reeleição da atual mandatária. Além do apoio maciço da torcida, já contava com crescente simpatia entre os sócios e as pesquisas indicavam que era o favorito da oposição.

    Diante disso, a tropa de choque da situação jogou pesado para tirar do caminho o maior obstáculo à reeleição de Patrícia Amorim.

    A guerra, porém, ainda não acabou. A chapa “Flamengo campeão do mundo” apenas trocou de candidatos e o administrador de empresas Eduardo Bandeira de Mello, de 59 anos e há 35 como executivo do BNDES, se tornou o substituto de Wallim Vasconcelos. Ele é membro do Conselho Deliberativo do clube e sócio-proprietário desde 1978.

    Os próximos capítulos dessa novela na qual vale-tudo e não faltam vilões de todos os tipos, prometem deixar os rubro-negros de cabelos em pé…

    Pobre Flamengo!

  10. Boa tarde a todos!
    Com tudo o que rolou esse ano dentro e principalmente fora do campo, o Flamengo mereceia um belo de um rebaixamento. Mas, mais uma vez o mais querido escapa da degola, “time grande não cai ” ” a camisa é pesada” ? Sei lá… só sei que, se palmeiras, figueirense, Ixpó, bahia e Atletico GO não fossem tão ruins com certeza a essa hora estariamos lutando contra ou já chorando um inédito e vergonhoso rebaixamento da série B. Que esse triénio catastrófico se encerre no dia 03 de dezembro. Deus tenha piedade do CRF.

    • Na boa Leandro, se os times que vc citou não perdessem jogos, os seus adversários é que iriam perder e seriam então os ruins e ficaria tudo na mesma. O que podemos dizer é que não ficamos entre os “4 melhores” piores e isso foi o bastante.

    • Eu acho que nosso time embora não seja o que gostariamos, não era tão pior assim que boa parte dos times. O que faltou foi um treinador, e o erro começou naqueles 30 dias que mantiveram o Joel antes do inicio do campeonato.

      Vejo times como Nautico, Ponte, Portuguesa, Bahia,… jogando pelo menos com organização em boa parte dos jogos, já o Fla é uma bagunça dentro de campo. Temos 4 ou 5 volantes encalados e mesmo assim o melhor do jogo sempre é goleiro.

  11. O Fluminense está de parabéns. Escolheu um caminho na década passada se associando à UNIMED e varreu pra debaixo do tapete aquela turminha que infesta qq clube social do RJ que tem futebol profissional. Turminha que não enxerga um palmo adiante do nariz e não vê como o futebol hoje é complexo e quanta grana e profissionalismo ele envolve. Enquanto isso nós regredimos, elegemos uma pessoa sem nenhuma capacidae administrativa. Futebol moderno não é pra amadores. Chegamos ao ponto de ter o Cascão diretor de futebol só porque é filho do Cláudio Coutinho…
    Estou me sentindo muito pequeno hoje. Quase um vascaíno. E se a gente não abrir o olho o Botafogo tb vai nos superar…

    • Discordo, Paulo.
      O fluminense não tem dinheiro nenhum. Tudo é o projeto da Unimed, tanto assim que o clube não tem passe dos jogadores, qualquer venda vai direto pro patrocinador. A turminha continua lá. Viu as imagens da piscina com água parada? Pois é, efeito Parmalat vem aí. O clube está as traças porque a Unimed não coloca grana lá.

      • Eles aproveitaram a chance que lhes foi dada, no caso a unimed. Não acho errado, demorou, mas começo a dar resultado.
        Sobre o estado do clube, bom, dai é outra coisa, é como aqui no Fla, muitos reclamam que usam as verbas do futebol em outras extra futebol, e parece que o Flu faz o contrário disso, verba de futebol apenas no futebol. Eles tem que achar uma maneira de aproveitar a onda de sucesso e conseguir investimentos para os outros departamentos do clube.

    • O que acho é que o futebol tem uma administração profissional, podemos dizer que age como uma empresa em que o lucro é visado, portanto jogadores, comissão e até diretores têm que seguir REGRAS colocada pela Unimed.

      Haverá o dia, espero, que presidente e diretores seja responsabilizados CRIMINALMENTE por gestões danosas.

    • O Fluminense é o inverso do Flamengo: investe pesadamente no futebol com a grana da Unimed, enquanto a sede social está às moscas.

  12. ja ia esquecendo…

    valeu Renato!!!!

  13. estou enjoado desses diretores e presidenta. AMADOOOOOOOORES!!!!! chega,desde de 2000 nessa lama. até quando terei que aturar Patrícia a ruím!!!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: