3 Comentários

Calúnia do Rúbio Negrão

Meus leais detratores: por favor, não me acordem. Pelo menos, não antes do meio-dia.

Sejemos cinseros e analfabéticos: Léo Moura guardando posição, consciente de que é apenas o capitão, e não o dono do time. Ibson desfilando toda a exuberância do seu futebol nota 6,5, e até disposto a comemorar gols, quando e se os marcar. Hernane, este sim, fazendo gols como um Túlio Maravilha possesso em busca do segundo milésimo gol. Renato Abreu na reserva sem stress, ansioso por chutar a bola, e não o balde. Rafinha quebrando o recente tabu de que nenhum junior se cria no time profissional. (Ainda vai oscilar, é claro, mas até no excelente veterano Seedorf ainda balança tudo quando corre.)

De modo que não me acordem. Porque a equipe do Flamengo pode até não ser um time dos sonhos, mas pelo menos me deixa dormir tranquilo, e até sonhar, coisa que eu já não fazia há quase 40 minutos.

Agora, política interna já são outros quinhentos, ou outra quantia qualquer que os incomodados com a auditoria interna no Clube não vão revelar assim, de mão beijada. Nunca gostei de política, e de política interna então, menos ainda. Simplesmente porque é mais fácil destruir de dentro do que de fora. E essa verdade absoluta até um cara como eu, nunca imitado mas sempre igualado (ou algo parecido, não me lembro) conhece de cor e salteado.

Cenão vejemos e erremos: os azuis não deve temer, e não parecem fazê-lo, a mírdia escrotiva que odeia o Flamengo. Deve se apavorar, isso sim, é com aqueles que dizem amá-lo, com o único e exclusivo intuito de mamá-lo.

A grande e reconfortante realidade, porém, é que, se com os amarelos, o Flamengo não passava de um rolo constrangedor, com os azuis está voltando a ser o histórico Rolo Compressor.

E boa noite.

Duplex Toc Zen

1 – A prova cabal de que futebol é sorte?: Desde que os pés-frios amarelos vazaram, o time do Flamengo começou a funcionar.

2 – Eis que antes do Flamengo x Botafogo, Dorival dizia na preleção que bastava uma vitória pro time liderar a Taça Guanabara com folga, quando um distraído jogador teve um sobressalto: “Folga? Que dia?”

3 – Ainda Rafinha x Dedé: O vascaíno só não ficou totalmente arrasado porque apesar de Rafinha chegar em todas primeiro, ele chegava em segundo, e título de vice não se despreza.

4 – Pobre Dedé: Em vez de rir assistindo ao show do Rafinha Bastos, chorou no show do Rafinha Lima.

5 – Postado por BRTRICOLOR em http://spfc.terra.com.br/forum2.asp?nID=188317: “Alguém aqui já assistiu um jogo inteiro do Flamengo esse ano ? Eu assisti apenas 1, o de ontem, e me surpreendi com o futebol de um tal de Rafinha, aquele que tinha feito um golaço contra o Vasco. Ontem eu vi o mlk correndo o jogo inteiro pelas beiradas, ainda têm muita coisa pra evoluir, mas mostra ter habilidade e confiança. Ontem além de meter outro golaço a lá Messi, ele deu mais uma assistência pro artilheiro do campeonato carioca, o Hernane. Se esse Rafinha consegue consagrar o Hernane, imagina então esse garoto ao lado de Luis Fabuloso.”

6 – Mas podem ficar sossegados, porque o Rafinha não vai mudar o corte de cabelo: Até porque um moicano ficaria muito pesado de carregar.

7 – O Corinthians pode ter Alexandre Pato, e o São Paulo, Paulo Henrique Ganso: Mas o Flamengo tem Gabriel Pinto. (Sem zoação: é o sobrenome verdadeiro dele.)

8 – E não existe esse negócio de “boa fase” do Hernane! Ele é fazedor de gols mesmo, se cansou de fazê-los no ano passado, e novamente os está fazendo neste ano: “Boa fase” é outra coisa. Em “boa fase” quem tá é o Messi.

9 – Pros rivais, a equipe a ser batida é a rubro-negra: E pros amarelos, é a azul.

B – FluminenC: Tem time pequeno por aí querendo título de Libertadores, quando ainda nem tem título de Série B, que até o Vasco já ganhou. Francamente…

11 – Demorou, mas o Léo Moura vive hoje a sua melhor fase no Flamengo: Tá recebendo o salário em dia.

12 – E finalmente o Vasco montou um time pra parar de ser vice: Agora será de terceiro pra baixo.

13 – Vasco 2×0 Audax Rio: Pelas beiradas, o Basco vai retomando o projeto de recuperar os 100% na Taça Guanabara, ó pá!

14 – Marquise uma ova!: O time do Vasco hoje é fraco, mas os vascaínos só estão esperando a janela do meio do ano pra se jogar dela.

 

15 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao)

Ganhando ou perdendo, minha Mangueira nunca me deixou na mão.

Acabou o Carnaval organizado. Agora, um ano de farra estilo livre.

Se no futebol, decidido por gols, já rola STJD, zebra e corrupção, vai querer que o julgamento subjetivo do desfile das escolas seja justo?

Meu sonho é ganhar um Troféu Imprensa, e não ir recebê-lo na premiação, no melhor estilo Woody Allen. #ProntoFalei

Houve um tempo em as medidas das mulheres eram tiradas por centímetros. Hoje, é por mililitros.

Deve ser difícil pros nossos jogadores evitarem as baladas tendo um DJ como treinador.

Se o Dedé encontra o Rafinha na rua, passa reto. Não por revanchismo, mas por não reconhecê-lo, pois não deu tempo de guardar o rosto dele.

“Grêmio estreia na Libertadores e perde em casa.” Sem avalanche, não rôla, digo, rola.

“Palmeiras enfrenta o Sporting Cristal pela Libertadores.” Palmeiras favorito, porque Cristal quebra quando cai.

“Grêmio perde para Huachipato.” Huachipato conheço não. Só o Alexandre, que agora joga no Corinthians.

“Chuva derruba muro e alaga sede social do São Paulo no Morumbi.” Negueba tinha razão: parece Europa. Oriental.

“Dorival Jr. critica imprensa, exalta Seedorf e diz que ‘faltam homens’ no futebol.” Em outras palavras, pro Dorival, tamanho É documento.

“E ai, Dedé, gostou do show do Rafinha?” ==> “Só o do Bastos…”

Por que música do COLDplay? Acho que teria mais a ver com a nova gestão pé quente alguma coisa do Red HOT Chili Peppers!

É fácil torcer pelo Mengão porque o pior que pode acontecer na arquiba é atravessar o Coldplay, Já o gremista pode voltar pra casa rasgado.

A Herbalife regula muito bem no Botafogo: a dieta de títulos tá funcionando que é uma beleza.

Eu já tinha me esquecido de como era bom torcer pra um Flamengo ofensivo. Outra coisa. Nem adormeço.

Depois que o Felipe Gabriel tirou alguns “L” e “Y” do nome ficou mais leve, tá mais rápido…

Esse Guaraviton amarelão dá à camisa do Botafogo um charme todo sportrecifense.

Que Herbalife, que nada! O Botafogo tá tomando um shake é do Flamengo!

O Seedorf lembra o R49: muita categoria pra pouca efetividade.

É outro astral, é outro time, é outro Flamengo. Parabéns aos azuis. 2013 promete.

Belíssima vitória sobre o Botafogo, mas sem Dedé em campo não tem a mesma graça.

Parabéns às rubro-negras, que depois de uma semana de trabalho não fugiram da raia e encararam o fogão.

Do Peru? ‏@FlaTV Peruano disputará eleição para Presidente.

E nada mais faço. (Fingir pode?)

Anúncios

Sobre @rubionegrao

Humildemente, um ás do quinta-colunismo esportivo.

3 comentários em “Calúnia do Rúbio Negrão

  1. Boa tarde meu caro Rúbio Negrão. Voce nao so é um otimo colunista mas tambem um dos ultimos heroi da resistencia. Parabens…

  2. Grande Roberto! Seja bem-vindo à minha humilde morada… kkkkkkkkkkkkk

    Um abraço e SRN, porque em 2013 vai rolar título!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: