Deixe um comentário

Calúnia do Rúbio Negrão

Sinto-me até incomodado por falar de futebol neste momento histórico das nossas nações, a rubro-negra e a brasileira, nesta ordem. Por zoar, fazer piadinhas e trocadilhos pra lá de infames, enquanto o povo está nas ruas comendo podrão e usando seu tempo em prol de algo de maior alcance e importância. De modo que só digito esta Calúnia com meu bravo indicador direito porque Galvão Bueno, Ronaldo e Casagrande já estão realizando o essencial trabalho cívico de esclarecer a população acerca desta histórica pequena grande revolução.

Então, por mais estranho e anacrônico que possa parecer, à Calúnia!

Sejemos cinseros e analfabéticos: nunca fui de julgar treinador de futebol pelo seu cartel. Um lutador de boxe, talvez. Um pegador de Marias Chuteiras, com certeza. Mas jamais um técnico de futebol. Nunca liguei pro que ele ganhou ou deixou de ganhar, contanto que tenha ganhado aquilo que realmente me importa: a minha confiança. (O que não deve ser difícil, pois certa vez cheguei a comprar o Maracanã por R$ 10,00, a serem pagos em duas parcelas de R$ 30,00 cada. Se não achei o estádio barato demais? Claro que não, porque ainda estava em obras. Mas essa é uma outra história…)

Cenão vejemos e erremos agora os seguintes carteis de dois eméritos “professores de futebol”. O primeiro deles conquistou 4 Brasileirões, 1 Copa Conmebol, 1 Recopa, 1 Libertadores, 1 Copa Sul-Americana, além de 7 estaduais. Fabuloso, né?

Já o outro possui 2 Brasileirões, 1 Copa do Brasil, 1 Rio-São Paulo, 1 Copa América, 1 Copa das Confederações, 1 estadual, 1 Copa do Mundo, e ainda conseguiu cunhar e recitar a máxima “O gol é um detalhe” sem perder prestígio. Fantástico currículo, não?

Mas agora pergunto, meus leais detratores: quantos de vocês, que entendem muito mais de futebol do que eu, gostariam de ter Muricy Ramalho ou Carlos Alberto Parreira dirigindo o Mengão hoje?

Por outro lado, Mano Menezes tem 2 Brasileirões da Série B, 1 vice da Libertadores, 1 Copa Sul-Minas, 4 estaduais, 1 Copa do Brasil e 2 Superclássicos das Américas. Certo, não entusiasma, só que hoje, agora, já, imediatamente, potencialmente falando, Mano está muito, mas muito além de Muricy e Parreira. Pelo menos pra mim, que valorizo a “derrota com competência” tanto quanto a “vitória por acaso”.

Isso sem falar que o Mano já chega à Gávea muito bem chegado quando diz: “Não vamos buscar referência fora do clube. A referência do Flamengo é o Flamengo.”

Certíssimo ele, porque o referencial do maior, só pode ser o maior. O que me tranquiliza bastante, porque em caso de não ser esse treinador todo que dizem por aí, pelo menos o Mano já me saiu um excelente frasista.

Duplex Toc Zen

1 – Pronto. Começou o nepotismo na Gávea: Já contrataram o Mano, e agora vão contratar o tio, o primo, o cunhado…

2 – Sempre que escuto falar em Emerson Sheik no Flamengo, a primeira pergunta que me vem à cabeça é: “Sheik ou quem?”

3 – Pequeno Dicionário Escolar da Calúnia do Rúbio Negrão: Doravante, o termo “manifestação” deixa de ser um protesto pedindo a cabeça do treinador do Flamengo. Tal ato público passará a se chamar “manofestação”.

4 – Não, não se trata da mixaria de 20 centavos: Ora, até a Seleção da CBF já tá jogando um futebolzinho de 50!

5 – Numa demonstração de patriotismo exacerbado, Felipão acabou fechando com o movimento contra o abuso nas tarifas dos ônibus, e passou a usar bonde na Seleção: Hulk.

6 – Não se trata de 20 centavos mesmo!: Se trata é de parar o trânsito pros adversários do Brasil na Copa das Confederações chegarem atrasados aos jogos, e perderem por W.O.

7 – “A família Scolari acabou em 2002” – Felipão: Pois é. Hoje, aquela galera é conhecida apenas como a família Scol.

8 – Já passou da hora de o povo finalmente eleger um presidente do sexo feminino: E, por favor, não me venham com Heloísa Helena!

9 – O patriotismo é um show!: Se as passeatas pelo país continuarem bombando do jeito que estão, já, já a Globo vai comprar os direitos de transmissão pro Brasil e América do Sul.

171 – Dilma em polvorosa: Se até o Renato Abreu vazou do Flamengo, ninguém mais está seguro em nenhum cargo.

11 – Ironia é…: Jogador que sempre se destacou pelos chutes terminar chutado.

12 – O Renato Abreu se dizendo surpreso com o bilhete azul?: Amigo, considere aquele cartão vermelho contra o Náutico uma espécie de aviso prévio!

13 – Ah, mas sem o Renato Abreu o Flamengo perde em bola parada!: Sim, mas ganha em jogador movente.

14 – Aproveitando a deixa: Copa das Confederações é o c@r&lho!

15 – A FIFA só insiste em realizar a Copa no Brasil pra conseguir moralizar as arbitragens: Porque os que menos roubam por aqui são os árbitros, coitados.

16 – Bem que eu avisei pro Blatter: “Seppinho, Seppinho, não se mete com o Brasil…”

17 – Tá na hora de atualizar o nome da política panem et circenses que sempre vigorou no Brasil: Sugiro podrão et stadio. (Homenagem ao latinista do Buteco do Flamengo, Luiz Filho @lavfilho, e seu bordão “Flamengo hic et ubique!”.)

18 – “Independiente, o maior campeão da Libertadores cai para a Segundona”: É por essas e outras que eu sempre digo: grandisbostas Libertadores.

19 – Quem acompanha as Calúnias já sabe que estou torcendo pelo Taiti: Lugar lindo, maravilhoso e tudo de bom onde passei minha lua de mel com o Dorival Jr.

20 – E participe das Passeatas 2013: O maior mimimi cívico da história do Brasil!

21 – Twitter Cassetadas da semana (em tempo real só em @rubionegrao)

Cold Martin, Buteco do Flamengo: “Negão, melhor coluna de humor do RJ sem dúvidas.” CHUPA, ARNALDO JABOR!

Os azuizinhos da nossa gestão não são Viagra nem nada, mas ainda vão acabar levantando o Flamengo.

“Agora estão tendo que contratar.” Posso conviver tão bem com essa declaração do Love quanto com uma súbita falta de caviar russo no mercado

“Léo Moura comemora oito anos com a camisa do Flamengo.” Os 5 primeiros anos passaram rapidinho, mas estes 3 últimos tão demoraaaaaaaando…

Marcio Braga é o Silvio Santos do futebol. Uma visão além do horizonte.

Só falta o Flamengo apresentar como novo treinador o Waldemar Elcaraio.

Adriano: “Como assim PRO INter? Não é PRA Inter, não?”

Com Mano o nosso 2014 começa agora.

Treinar o Maior do Mundo é um upgrade tão grande na carreira do Mano que ele devia passar a se chamar Nano.

Confesso que preferia o hermano Bielsa ao Mano Menezes, mas foi uma escolha sensata. No panorama atual, Mano é treinador top.

O único senão que vejo, aliás, ouço no Mano Menezes é a voz monocórdica nas coletivas.

Confesso que não gostei do Mano na Seleção porque deploro o nesportismo: o nepotismo esportivo.

Agora Adriano no Internacional… Deixa eu ficar quieto, porque se eu disser que o Adriano é dose, ele toma.

“Dilma desabafa após vaias da torcida: ‘É meia-dúzia de otários.'”

Dica pra quem quer se aquecer neste inverno sem recorrer à famosa sopinha. Compareça hoje às 17h ao Largo da Batata pra tomar porrada da PM.

Mano é troço de paulista off-line. Pra mim, a partir de agora é Manolo Menezes.

Hoje o Largo da Batata vai ficar estreito.

Barulhão. Fui pra sala, e o maior caos na TV. Aí perguntei ao meu sobrinho: “Tá jogando GTA?” E ele: “Não tio. Tô vendo a passeata.”

Demorou, mas acho que agora finalmente babou pros corruptos. E ainda deram sorte que não estamos num país afeito a justiça sumária.

Povo toma a Faria Lima, Marginal, Centro do Rio, Congresso Nacional, etc. Normal, porque o povo sempre foi de tomar mesmo.

Dilma cairá ainda hoje. Dizem que já tem proposta pra dirigir o Haiti.

Tô ouvindo programa esportivo no radinho. Começou veadagem de merchan DESLIGO NA HORA! Meu ouvido não é penico. Vão vender suas mães.

Uau! Até parece que os blues assumiram o Brasil!

Não sei a Dilma, mas hoje o Blatter não dorme. #mudabrasil

Tem torcedor por aí que só vai aderir aos Caras Pintadas se mudarem o nome pra Pintadas nas Caras.

Hoje o Renato Abreu deu um raro exemplo de cidadania, e foi pra rua. Pra ser mais exato, PRO OLHO DA RUA!

Muito cuidado a quem for protestar no estádio hoje, porque a FIFA não é tão tolerante quanto o governo brasileiro.

GOOOOOOOLLLLLL DO BRAAAAAAASIIIIIIILLLLL! MAIS 40 ANOS DE ATRASO!!!!!

Neste momento, ouvindo a “Voz do Brasil”, com a narração de Galvão Bueno. Brasil 1 x 0 México

E nada mais faço. Mas se passeata não se fizesse andando, eu até iria.

(Ás do quinta-colunismo esportivo, Rúbio Negrão, vulgo Rubro-Negão Trolhoso, vulgo RNT, é cria dos juniores do blog da Flamengonet, e aceita doações de camisas oficiais novas do Flamengo no tamanho G.)

Anúncios

Sobre @rubionegrao

Humildemente, um ás do quinta-colunismo esportivo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: