Deixe um comentário

FLAMENGÔMETRO nº 189

flametro_2013_n189

COXA, ASA E BACALHAU

Continuando nosso cardápio julino, depois de engasgar com a coxinha. pegamos uma asa praticamente desmanchado, e domingo é dia de bacalhau. Contra o ASA de Arapiraca, o Flamengo mais uma vez foi insípido, incolor e inodoro, com erros, erros e mais erros, num desfile preguiçoso que só foi interrompido pela eletricidade do jovem Nixon, do qual não gosto, mas inegavelmente teve o mérito de aproveitar as chances com esperteza e velocidade. E vamos voltar para Brasília para buscar a recuperação no Brasileiro diante de nosso velho conhecido. Num campeonato onde três pontos separam  a zona de rebaixamento do G-4, uma vitória é sempre fundamental. Mano Menezes vem organizando o time, mas ainda me preocupa muito a falta de solução para a inoperância criativa do meio de campo. Precisamos de um camisa 10 de peso, secundado por um camisa 8 que marque, corra e passe. Três volantes não são a solução, a menos que fossem Carpegiani, Uidemar e Andrade. Com Dorival Junior de volta ao Vasco, alguém consegue explicar o seguinte paradoxo: como é que um técnico que saiu do Flamengo pelo salário supostamente alto (decisão que eu considerei polêmica), assina com um clube que perdeu o técnico anterior, justamente por falta de pagamento?

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: