4 Comentários

A Era do Parquinho acabou, mas a gangorra continua lá

Não se fala mais em parquinhos e afins no Flamengo. Mas se tem um brinquedo que continua e não quer se juntar ao passado, é a gangorra. E o time gosta demais dele, tanto que não larga de jeito nenhum. Num dia, empate heroico contra o Botafogo no último minuto. No outro chocolate pro Bahia. Aí goleia impiedosamente o campeão da Libertadores. E depois toma gol de goleiro no último minuto e perde pontos importantíssimos para um rival direto na luta contra aquela divisão. Como um elevador em horário de saída da empresa, o Flamengo sobe e desce sem que o(s) ascensorista(s) se decida(m) em qual andar o time vai ficar.

 

Parquinho do Flamengo

Que o time é mediano, até para o nível do Campeonato Brasileiro, isso qualquer um sabe. Não dava para pensar em título, e olha que não estamos tendo muitos desfalques, mal que nos atacava ano sim ano também nas edições anteriores. O time pelo menos está inteiro. O problema é que mesmo completo, esse elenco não forma metade de uma equipe competitiva para 38 jogos, além da Copa do Brasil.

O Flamengo jogou 12 vezes. Apenas três míseras vitórias. Nenhuma consecutiva. Dos setes times abaixo na tabela, apenas dois têm o mesmo número de jogos. Santos, Ponte Preta e Náutico têm duas partidas a menos! A situação é sim preocupante. Tem coisa pior no certame? Tem, sim, mas a história está cheia de “coisas piores” que ficaram na Primeira Divisão.

O time não tem identidade. Joga no contra-ataque? Beleza, mas não sabe definir. Domina a partida, como ontem, quando teve incríveis 71% de posse de bola? Tá bom, mas não sabe dar o passe final para fazer o gol. Falta experiência? Chicão e André Santos, que não são nenhuma maravilha, estão chegando e podem dar uma luz para a garotada, mas depois de 12 jogos, fica difícil uma mudança radical.

CADÊ OS REFORÇOS?? Pelaipe-Eduardo-Bandeira-Wallim-Vasconcellos_LANIMA20121211_0095_26

Essa é a grita da galera para a diretoria, que prometeu e não cumpriu. Simplesmente porque não há dinheiro. Esse é um ano de sobrevivência, de trabalhar com o que tem. Se os azuis mantiverem a promessa de não quebrar a austeridade, ganharão muitos pontos de credibilidade. Mas esse item não consta no regulamento do Campeonato Brasileiro. E os erros cometidos na gestão até agora estão cobrando seu preço.

Um gol no último minuto não é resultado disso. Mas a terceira troca de treinador, a forma que fizeram a rescisão do Canelada (NÃO, EU NÃO QUERO DE VOLTA) que eles mesmos renovaram, algumas contratações que não justificaram em absoluto seu investimento e até o distanciamento da torcida, tudo isso influencia.

CADÊ A TORCIDA?

O Mané Garrincha estava vazio. Doze mil torcedores. Pra isso não seria melhor levar para Volta Redonda? Esse exílio não é prejudicial? Não é uma péssima hora para ficar longe do Rio? Analisando a tabela, serão seis jogos seguidos fora do Rio de Janeiro, após o Fla x Flu. Jogos contra São Paulo, Grêmio e Vitória estão marcados para Brasília. Não tem como passar um desses, pelo menos, para o Rio? Não estou dizendo que a torcida carioca seja a melhor do país, mas pelo menos o time não viaja tanto. Fica um pouco em casa, joga em casa.

manegarrincha--thiagodias

Estou preocupado? Sim. Tem coisa pior? Tem, mas cada um tem que pensar no seu. E esse time é muito inexperiente. Temo pela forma como podem se comportar num momento de crise maior. O Flamengo precisa urgente de duas vitórias seguidas para conseguir só um pouco de paz. Mas se ficar nessa gangorra, vai faltar jogo para somar pontos até o final.

@lucasdantas

Anúncios

4 comentários em “A Era do Parquinho acabou, mas a gangorra continua lá

  1. Concordo com muita coisa que você escreveu. Mas não concordo que o jogo devia ser em Volta Redonda. Primeiro que a cidade está saturada de jogos do Flamengo. A última acho que mal passou de mil pagantes. Depois esse público de ontem foi mais que o dobro do Flamengo x Portuguesa ano passado no Engenhão. Com o detalhe que ano passado o ingresso era bem mais barato. 12 mil pagantes para uma quarta a noite não é tão ruim nas atuais circunstâncias. Pode comparar com outros jogos da mesma rodada. Além disso enquanto a logística era melhor permanecer em Brasília do que ir pro Rio e pegar estrada pra Volta Redonda.

  2. Números colhidos no twitter. Não comprovei os dados. Publico Pagante: SANxCOR (8.120), CRIxCRU (11.057), CAMxBOT (11.332),VITxFLU (8.283) e FlaxPOR (12.511-Maior Público)

  3. Verdade, Gustavo, ainda mais com esses ingressos caríssimos e o time fraco q temos.

  4. não tem mais volta. O preço do ingresso é esse mesmo. Falta um time pra pagar o quanto vale o preço. Não tem outro jeito, o time é esse mesmo, esta em formação. A diretoria é essa tbm, inexperiente nas 4 linhas. Vai melhorar.

    A diretoria vem atendendo TUDO que é demanda das arquibancadas. Saiu Renato e outros, saiu Dorival e outros, contratou Moreno e outros. O que esta errado?

    estou preocupado desde a saida do Dorival. Mas muita gente comemorou.

    entre V. Redonda, engenhão, Macae, maracanã, sou mais Mané Garrincha.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: